Show simple item record

dc.contributor.advisorDemarzo, Marcelo Marcos Piva [UNIFESP]
dc.contributor.authorAlmeida, Fernanda Souza de
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.date.accessioned2021-10-19T19:11:42Z
dc.date.available2021-10-19T19:11:42Z
dc.date.issued2021-08-06
dc.identifier.citationALMEIDA, F. Desafios das redes assistenciais regionalizadas nas metrópoles: a parceria de uma organização social da saúde (OSS) na atenção primária à saúde do município de São Paulo. São Paulo, 2021. 93 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/xmlui/handle/11600/62097
dc.description.abstractObjetivo: Este estudo buscou apresentar os desafios de se implementar a regionalização metropolitana no município de São Paulo a partir de uma Organização Social de Saúde (OSS), que atua em três regiões (oeste, norte, sul), evidenciando suas características e diferenças. Métodos: foram usados dados secundários retirados de sites oficiais como IBGE, SEADE, Portal da Prefeitura de São Paulo e Índice Paulista de Vulnerabilidade Social, para caracterizar cada uma das três regiões geridas pela OSS, a escolha da OSS se deu por conveniência, os dados foram organizados em bancos de dados próprios e analisados em frequência com o Microsoft Excel 2010 o estudo foi aprovado pelo comitê de ética da Universidade Federal de São Paulo sob o parecer 4.261.691. Resultados: os resultados evidenciaram diferenças significativas em cada uma das três regiões estudadas, todas abrangem mais de um milhão de habitantes, porém se localizam em diferentes extremos da cidade, enquanto a região oeste foi caracterizada com baixíssima e muito baixa vulnerabilidade, a região norte muito baixa e baixa vulnerabilidade e a sul média e alta vulnerabilidade. Apresentaram a diferença de cobertura assistencial entre elas enquanto a zona oeste apresentou a menor cobertura, a sul a maior, a zona norte uma intermediária entre elas, manifestou a dificuldade de implementar medidas regionalizadas a partir do desenvolvimento dos contratos e da organização da secretaria de saúde. Conclusão: A alta heterogeneidade entre as regiões estudas mostraram que há mais um desafio a ser superado para a organização do sistema em redes regionalizadas intramunicipal, a inclusão dessas diferenças nos contratos de gestão que são padronizados.pt_BR
dc.description.abstractObjective: This study presents the challenges of the implementation of health regions in a metropolitan region, in São Paulo city, through a Social Health Organization, which operates in three regions of the city of São Paulo (west, north, and south). Methods: were used secondary data from official fonts like IBGE, SEADE, the official site from São Paulo City Hall, and São Paulo Social Vulnerability Index, to characterize the three regions. The choice of Social Health Organization was for convenience, the database was organized on a Microsoft Excel 2010, this study was accepted by the ethics committee from Federal University of São Paulo nº 4.261.691. Results: the results show differences between the regions, all of them have more than 1 million habitants, but the west region had extremely low and exceptionally low vulnerability, the north had an exceptionally low and low vulnerability, and the south had a normal and high vulnerability. The care coverage was another difference seen, the West region had the lowest coverage, the south the highest, and the north was in the middle. The management contract and the organization of the municipal health department were other challenges in the implementation of health regions because that was standardized and does not consider differences between regions. Conclusion: The differences between regions shown another challenge to organize the health regions in São Paulo when the management contract was still standardized.pt_BR
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.format.extent93 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectRegionalização em saúdept_BR
dc.subjectAtenção Primária em saúdept_BR
dc.subjectOrganizações Sociais de Saúdept_BR
dc.subjectAdministração em saúdept_BR
dc.titleDesafios das redes assistenciais regionalizadas nas metrópoles: a parceria de uma organização social da saúde (OSS) na atenção primária à saúde do município de São Paulopt_BR
dc.title.alternativeChallenges of regionalized health care in metropolis: the partnership of a social health organization (OSS) in primary health care in the municipality of São Paulopt_BR
dc.typeDissertação de mestradopt_BR
unifesp.campusEscola Paulista de Medicina (EPM)pt_BR
unifesp.graduateProgramSaúde Coletivapt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1755566061365279pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9242996936416312pt_BR
dc.contributor.advisor-coMello, Guilherme Arantes [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coLatteshttp://lattes.cnpq.br/1623699393928200pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record