Show simple item record

dc.contributor.advisorSurjus, Luciana Togni de Lima e Silva [UNIFESP]
dc.contributor.authorPereira, Érika Marinheiro [UNIFESP]
dc.date.accessioned2021-08-26T21:43:09Z
dc.date.available2021-08-26T21:43:09Z
dc.date.issued2021-06-23
dc.identifier.citationPEREIRA, Érika Marinheiro. Inventando contramolas e rodas que r-existem: construindo indicadores numa pesquisa cogestiva com o Observatório Internacional de Gestão Autônoma da Medicação (GAM). 2021. 106 f. Dissertação (Mestrado Interdisciplinar em Ciências da Saúde) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2021.pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/61701
dc.description.abstractEsta pesquisa caracteriza-se por um estudo qualitativo e participativo sobre práticas de cogestão em Saúde Mental, a partir das experiências que compõem o "Observatório Internacional de Práticas de Gestão Autônoma da Medicação (GAM): rede-escola colaborativa de produção de conhecimento, suporte e fomento". Foram construídos consensos acerca de indicadores e parâmetros de cogestão na GAM, pactuados entre usuários, trabalhadores, estudantes e pesquisadores envolvidos com a estratégia, através de 2 (dois) Painéis de Especialistas, viabilizados por encontros virtuais. Foi utilizada a metodologia de Pesquisa Avaliativa de Quarta Geração, caracterizada por processos avaliativos inclusivos e participativos, que englobam o conhecimento e a experiência dos vários grupos de interesse envolvidos. O material produzido foi analisado a partir da perspectiva da hermenêutica crítica e narrativa, considerando-se o conceito de história efeitual e o círculo hermenêutico de compreensão. Assim, foram identificados como são avaliados os efeitos da GAM nos diferentes contextos e foram sistematizadas as estratégias de cogestão na forma de 9 indicadores. Foi, ainda, pensado e elaborado um instrumento que facilite e promova a utilização dos indicadores dentro dos espaços grupais nos processos de autoavaliação. Espera-se que o material produzido possa subsidiar a avaliação de práticas emancipatórias em saúde mental e corroborar com a construção de possíveis políticas públicas.pt_BR
dc.description.abstractThis is a qualitative and participatory research about co-management practices in Mental Health, based on the experiences of the "International Observatory of Practices of Autonomous Medication Management (GAM): collaborative school-network for knowledge production, support and promotion". It built consensus on indicators and parameters of co-management in GAM, agreed between users, workers, students and researchers involved with the strategy, through 2 (two) Expert Panels, made possible by virtual meetings. The methodology used was the Fourth Generation Evaluation, characterized by inclusive and participatory evaluative processes, which encompass the knowledge and experience of the different interest groups involved. The material produced was analyzed from the perspective of critical and narrative hermeneutics, considering the concept of effective history and the hermeneutic circle of understanding. Thus, it was identified how the effects of GAM are evaluated in different contexts and the co-management strategies were systematized in the form of 9 indicators. It was also designed and developed an instrument that facilitates and promotes the use of indicators within group spaces in self-assessment processes. It is expected that the material produced can support the evaluation of emancipatory practices in mental health and corroborate to the construction of possible public policies.en
dc.format.extent106 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectSaúde mentalpt_BR
dc.subjectGestão da medicaçãopt_BR
dc.subjectGestão autônoma da medicaçãopt_BR
dc.subjectAvaliação em saúdept_BR
dc.subjectIndicadores de saúdept_BR
dc.subjectMental healthen
dc.subjectMedication managementen
dc.subjectAutonomous medication managementen
dc.subjectHealth evaluationen
dc.subjectHealth indicatorsen
dc.titleInventando contramolas e rodas que r-existem: construindo indicadores numa pesquisa cogestiva com o Observatório Internacional de Gestão Autônoma da Medicação (GAM)pt_BR
dc.typeDissertação de mestradopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
unifesp.graduateProgramInterdisciplinar em Ciências da Saúdept_BR
unifesp.knowledgeAreaEnsino em Ciências da Saúdept_BR
unifesp.researchAreaEducação em Saúde na Comunidadept_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0561461547524156pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8786999221233177pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record