Show simple item record

dc.contributor.advisorBorba, Patrícia Leme de Oliveira [UNIFESP]
dc.contributor.authorSilva, Daniela de Andrade da [UNIFESP]
dc.coverage.spatialInstituto Saúde e Sociedadept_BR
dc.date.accessioned2021-08-02T19:13:01Z
dc.date.available2021-08-02T19:13:01Z
dc.date.issued2021-06-28
dc.identifier.citationSILVA, Daniela; Borba, Patrícia; Tecnologias Sociais na escola pública com jovens: sobre as invenções coletivas e fazeres singulares. 2021. 31 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Terapia Ocupacional) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/61360
dc.description.abstractIntrodução: A presente pesquisa está vinculada às ações desenvolvidas junto a jovens populares urbanos por meio de um Projeto de Extensão “Juventudes e Funk na Baixada Santista: Territórios, Redes, Saúde e Educação” em parceria com Escolas Públicas na cidade de Santos. Justificativa: Tecnologias sociais podem ser entendidas como procedimentos, técnicas, metodologias e recursos que são desenvolvidos junto à comunidade (no caso desse projeto, com os alunos da escola que a extensão acompanha desde 2014) e potencializam suas capacidades, visando a transformação social desses sujeitos através das ações propostas nas atividades e oficinas realizadas. Objetivo: (re)conhecer algumas das contribuições do projeto de extensão na formação dos estudantes da graduação e também visa pontuar algumas discussões e explicitação das contribuições da Terapia Ocupacional Social na criação das tecnologias sociais, explicitando as contribuições dessa área de conhecimento e também apontando alguns dos desafios imbricados pelo trabalho interdisciplinar. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratória que reuniu material a partir de diferentes fontes, a saber: acesso e sistematização do banco de atividades desenvolvidas no decorrer dos anos de 2014 a 2019, disponíveis no @drive do projeto de extensão, leitura e análise dos diários de campo dos estudantes de graduação dos cursos de psicologia, serviço social e terapia ocupacional participantes do projeto juventudes e funk; entrevistas com 4 extensionistas da extensão que se disponibilizaram a participar da pesquisa ; Os resultados foram analisados a partir da descrição, composição e comparação das informações coletadas , à luz dos referenciais teóricos que fundamentam os temas-guia do trabalhado, de maneira a permitir e relacionar tecnologias sociais, juventude e adolescência, escola e terapia ocupacional social. Resultados: Foram construídas três eixos analíticos: situando contextos singulares: escola pública e universidade, apresentaremos as singularidades dos campos onde foram planejadas e executadas as atividades da extensão; componentes para o fazer grupal que discutirá como se dava a dinâmica do grupo e as singularidades dos vínculos criados entre os participantes e os executores das oficinas e sua importância para a condução dos objetivos da oficina; os sentidos dos espaços criados pelo projeto de extensão e a potência dos afetos à leitura da terapia ocupacional social no qual a discussão se dá em torno das oportunidades de debates e compreensão destes lugares provocados pelas atividades previamente planejadas e como os afetos que atravessam estes encontros foram sendo acolhidos, entendendo as contribuições da terapia ocupacional social no âmbito da produção de cuidado, um cuidado democrático. Conclusões: Localizar e nomear contribuições do núcleo específico da Terapia Ocupacional Social em um campo interdisciplinar é uma tarefa complexa embora necessária, mas de fato só é possível quando parte da realidade concreta e da escuta sensível dos atores envolvidos na ação, e nesse sentido a escuta de extensionistas de outras áreas foi fundamental para o caminhar desse processo.pt_BR
dc.description.abstractIntroduction: This research is linked to actions developed with popular urban youth through an Extension Project “Youth and Funk in Baixada Santista: Territories, Networks, Health and Education” in partnership with Public Schools in the city of Santos. Justification: Social technologies can be understood as procedures, techniques, methodologies and resources that are developed with the community (in the case of this project, with students from the school that the extension has been following since 2014) and enhance their capabilities, aiming at the social transformation of these subjects through the actions proposed in the activities and workshops carried out. Objective: (re)knowing some of the contributions of the extension project in the training of undergraduate students and also aims to point out some discussions and explanation of the contributions of Social Occupational Therapy in the creation of social technologies, and also pointing out some of the challenges intertwined by interdisciplinary work Methodology: This is a descriptive and exploratory research that gathered material from different sources, namely: access and systematization of the bank of activities developed during the years 2014 to 2019, available at @drive of the extension project, reading and analysis of field diaries of undergraduate students from psychology, social work and occupational therapy courses participating in the extension project; interviews with 4 selected students who were available to do that; The results were analyzed from the description, composition and comparison of the information collected from the adolescents, in the light of the theoretical references that underlie the guiding themes of the work, in order to allow and relate social technologies, youth and adolescence, school and occupational therapy Social. Results: Three analytical axes were built: knowing the context: public school and universiy, components for group work that will discuss how the group dynamics and the singularities of the bonds created between the participants-executors of the workshops and their importance for carrying out the objectives of the activity; The meanings of the spaces created by the extension project and the power of affections to the reading of social occupational therapy in which the discussion takes place around the opportunities for debates and understanding of these places caused by previously planned activities and how the affections that permeate these meetings were being welcomed, understanding the contributions of social occupational therapy in the context of care production, a democratic care. Conclusions: Locating and naming contributions from the specific core of Occupational Therapy in an interdisciplinary field is a complex although necessary task, but in fact it is only possible when part of the concrete reality and the sensitive listening of the actors involved in the action, and in this sense, listening to extension workers from other areas was fundamental to the progress of this process.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)pt
dc.format.extent31 fpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.subjectTecnologias Sociaispt_BR
dc.subjectSistematizaçãopt
dc.subjectJovenspt
dc.subjectTerapia Ocupacional Socialpt
dc.subjectSocial Technologyen
dc.subjectSystematizationen
dc.subjectYouthen
dc.subjectSocial Occupational Therapyen
dc.titleTecnologias Sociais na escola pública com jovens: sobre as invenções coletivas e fazeres singularespt_BR
dc.title.alternativeSocial Technologies in Public Schools with teens: About collective inventions and singular making.en
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttps://orcid.org/0000-0002-7093-2730pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttps://orcid.org/0000-0002-9654-8593pt_BR
unifesp.graduacaoTerapia Ocupacionalpt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record