Impactos ambientais e socioeconômicos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2021-02-22
Autores
Pacchello, Stefano Navarro
Orientadores
Dias, Marina Oliveira de Souza
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O rompimento da barragem de retenção de resíduos de mineração da mineradora Vale, que aconteceu em janeiro de 2019 na cidade de Brumadinho, MG, causou grande destruição e danos à comunidade e ao meio ambiente. A barragem era considerada desativada, de porte médio para a contenção de rejeitos e, apesar de ter o risco de acidente avaliado como baixo, o potencial de causar danos no caso de um eventual rompimento era grande. Estima-se que cinco sensores para monitorar o nível de água e a pressão interna da estrutura apresentavam falhas, o que fez com que o rompimento não fosse previsto, levando a impactos imensos, com perdas imensuráveis para a região. Apesar do volume dos rejeitos que percorreu todo o Córrego do Feijão e foi despejado na cidade não ser considerado muito alto, o desastre é considerado a maior tragédia do gênero no País. Ações das autoridades foram focadas em reparação emergencial e em apoio às pessoas afetadas, e a empresa responsável se comprometeu a oferecer indenizações emergenciais aos afetados após acordo com o Ministério Público de MG. Neste trabalho são apresentados os impactos socioambientais e os danos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho; para tanto, foi feito um estudo sobre as atividades de mineração na região, sendo destacadas informações sobre a origem e composição dos rejeitos armazenados na barragem e os impactos que estes podem apresentar ao meio ambiente e à saúde. Considerando o rompimento da barragem de Mariana, também sob responsabilidade da Vale, que ocorreu em 2015, uma breve análise sobre os principais danos foi feita, possibilitando uma comparação entre os desastres no quesito de impactos ambientais e sociais, evidenciando que o primeiro desastre não evitou que o segundo tivesse alguns danos muito maiores. Foram também levantadas as causas do rompimento e por fim, uma análise crítica visando identificar e levantar ações que podem ser tomadas no âmbito da Engenharia de Materiais para prevenir desastres ambientais.
The rupture of the Vale mining waste retention dam, which occurred in January 2019 in the city of Brumadinho, MG, caused great destruction and damage to the community and the environment. The dam was considered disabled, medium-sized for tailings containment, and despite having the risk of accident assessed as low, the potential to cause damage in the event of a possible breakup was great. It is estimated that five sensors to monitor water level and internal pressure of the structure presented failures, which did not allow the prediction of the dam's rupture, leading to immense impacts, with immeasurable losses for the region. Although the volume of tailings that went through the Córrego do Feijão and that was dumped in the city was not considered very high, the disaster is considered the greatest tragedy of its kind in the country. Actions of the authorities were focused on emergency relief and support to affected people, and the company in charge undertook to offer emergency compensation to those affected after an agreement with the Public Ministry of MG. This study discusses the social and environmental impacts and damages caused by the rupture of the Brumadinho Dam; for this, a study was done regarding the mining activities in the region, being highlighted information about the origin and composition of the tailings stored in the dam and the impacts they may have on the environment and health. Considering the rupture of the Mariana dam, also under the responsibility of Vale, which occurred in 2015, a brief analysis of the main damages was made, enabling a comparison between disasters in terms of environmental and social impacts, showing that the first disaster did not prevent that the second had some much greater damage. The causes of the rupture will also be discussed and, finally, a critical analysis aiming to identify actions in the field of Materials Engineering that may avoid environmental disasters.
Descrição
Citação
PACCHELLO, Stefano Navarro. IMPACTOS AMBIENTAIS E SOCIOECONÔMICOS CAUSADOS PELO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DE BRUMADINHO. 2021. 27 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia de Materiais, Universidade Federal de São Paulo, São José dos Campos, 2021.