Show simple item record

dc.contributor.advisorYokomiso, Celso Takashi [UNIFESP]
dc.contributor.authorSilva, Evelyn de Matos [UNIFESP]
dc.coverage.spatialOsasco - SPpt_BR
dc.date.accessioned2021-03-19T18:24:25Z
dc.date.available2021-03-19T18:24:25Z
dc.date.issued2021-03-01
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60588
dc.description.abstractO desenvolvimento das cidades estimulou o tráfego de veículos, aumentando o número de acidentes de trânsito e impactando nos gastos da Previdência Social. O maior causador desses acidentes é o motorista, que é influenciado por diversos aspectos psicossociais. Portanto, o trabalho associa as contribuições dos aspectos psicossociais referentes aos riscos no trânsito com os impactos na Previdência Social, através de pesquisa bibliográfica de textos publicados, com resultados sob viés qualitativo. Dentre os aspectos psicossociais que influenciam o comportamento de risco no trânsito, destacam-se o gênero, idade, experiência na condução, publicidade, escolaridade, ingestão de bebida alcóolica e drogas, cansaço e características de personalidade. As consequências para a Previdência Social dividem-se em morbidade e mortalidade, sendo que a mortalidade é a que mais impacta a Previdência. Apontou-se, como possíveis soluções, medidas públicas que se relacionem a família, mídia, escolas e universidades, fiscalização, acesso à informação, transporte público e áreas socioeconômica, cultural, política e administrativa.pt_BR
dc.description.abstractThe development of cities stimulated vehicle traffic, increasing the number of traffic accidents and impacting Social Security expenses. The biggest cause of these accidents is the driver, who is influenced by several psychosocial aspects. Therefore, the work associates the contributions of psychosocial aspects related to traffic risks with the impacts on Social Security, through bibliographic research of published texts, with results under qualitative bias. Among the psychosocial aspects that influence risky behavior in traffic, gender, age, driving experience, advertising, education, alcohol and drug intake, tiredness and personality characteristics stand out. The consequences for Social Security are divided into morbidity and mortality, with mortality having the greatest impact on Social Security. As possible solutions, public measures related to the family, media, schools and universities, inspection, access to information, public transport and socioeconomic, cultural, political and administrative areas were pointed out as possible solutions.pt_BR
dc.format.extent30 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectAcidentes de Trânsitopt_BR
dc.subjectPrevidência Socialpt_BR
dc.subjectAspectos Psicossociaispt_BR
dc.titleAspectos psicossociais dos riscos no trânsito e impactos na previdência socialpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusEscola Paulista de Política, Economia e Negócios (EPPEN)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6307769080359614pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7629682990244152pt_BR
unifesp.departamentoCiências Atuariaispt_BR
unifesp.assessoresproreitoriasPró-reitoria de Graduaçãopt_BR
unifesp.graduacaoCiências Atuariaispt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record