Fatores influenciadores na decisão de adoção de drones no varejo farmacêutico

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2021-03-02
Autores
Luiz, Gabriel Maiochi [UNIFESP]
Orientadores
Nemoto, Miriam Christi Midori Oishi [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O estudo dos fatores influenciadores na adoção de drones no varejo farmacêutico é o principal foco deste trabalho. Por meio da fundamentação teórica pode-se analisar o cenário de pandemia vivido no ano de 2020 que nos faz questionar como podemos melhorar nossos processos para se adaptar. A adoção de drones é uma das alternativas para reduzir o contato entre pessoas e assim diminuir as taxas de contágio. A partir dessa prerrogativa foram analisadas as principais barreiras e facilitadores que influenciam na sua adoção de inovação. Foi estruturado um survey com abordagem quantitativa. A metodologia adotada foi do tipo exploratória quantitativa. O questionário desenvolvido foi aplicado a um grupo de farmacêuticos por meio digital e contou com a participação de 50 farmacêuticos, que tiveram as respostas analisadas. A análise foi realizada levando em conta as médias obtidas nas respostas presentes no questionário a partir das subvariáveis e das próprias variáveis. Durante a análise foram levantadas hipóteses sobre os motivos pelo qual cada variável poderia ser mais relevante. Observou-se que duas barreiras possuem maior média: “Limitação Tecnológica” e “Políticas Públicas” e três facilitadores: “Mercado”, “Cultura Organizacional” e “Praticas Organizacionais”. Levando-se em consideração a análise realizada pôde-se concluir que os principais facilitadores são do tipo endógeno, ou seja, dependem da empresa. Já as principais barreiras são do tipo exógenas, ou seja, dependem de fatores externos às empresas, o que pode significar que as empresas estão preparadas para utilizar as novas tecnologias, entretanto é necessário que as leis sejam claramente definidas e menos burocráticas, e a tecnologia se torne mais barata e de fácil acesso.
The research of the influencing factors in drone adoption at pharmaceutical retail is the main focus of this research. In the theoretical foundation it was possible to analyze the pandemic scenario at the year 2020 which led us to question how to improve processes to adapt. The adoption of drones is one of the alternatives to reduce contact between people and thus reduce the contagion rate. From this prerogative the main barriers and facilitators in innovation adoption were analyzed. A survey was structured utilizing quantitative approach. The methodology used was of the exploratory quantitative kind. The developed survey was applied to a group of pharmacists by digital mean and had the participation of 50 pharmacists, that had their answers analyzed. The analysis was then conducted taking into account the averages obtained from the answers in the survey from the subvariables and the variables themselves. During the analysis, several hypotheses were raised about the reasons why each variable could be more relevant. It was observed that two barriers have a higher average: "Technological Limitation" and "Public Policies" and three facilitators: "Market", "Organizational Culture" and "Organizational Practices". Taking into account the analysis carried out it was possible to conclude that the main facilitators are of the endogenous type, that is, they depend on the company. The main barriers, on the other hand, are exogenous, that is, they depend on factors external to companies, which may mean that companies are prepared to use new technologies, however it is necessary that laws are clearly defined and less bureaucratic, and technology become cheaper and easily accessible.
Descrição
Citação
Coleções