Show simple item record

dc.contributor.advisorLombardi Júnior, Imperio [UNIFESP]
dc.contributor.authorVieira, Mariana Nobrega [UNIFESP]
dc.coverage.spatialISSpt_BR
dc.date.accessioned2021-03-08T17:12:51Z
dc.date.available2021-03-08T17:12:51Z
dc.date.issued2021-02-26
dc.identifier.citationVIEIRA, Mariana Nobrega. Análise da qualidade de vida, depressão e função em um grupo de idosos com lombalgia crônica inespecífica. 2021. 42f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2021.pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60238
dc.description.abstractO objetivo deste estudo foi de verificar como a lombalgia pode acarretar em comprometimento da qualidade de vida em pacientes idosos, além de analisar e correlacionar com o teste funcional Timed up and Go e com a escala de depressão geriátrica. Para atingir o objetivo proposto foi definido como objeto de estudo a população idosa de Santos. Foram recrutados, portanto, voluntários para 2 grupos de estudo: um incluindo idosos com lombalgia crônica inespecífica e outro incluindo idosos sem lombalgia crônica inespecífica, sendo este último o grupo controle. As avaliações foram aplicadas em um único dia e de uma única vez em cada voluntário individualmente e foram compostas por: questionários WHOQOL-OLD, HAQ, Escala de Depressão Geriátrica e finalizando com o teste Timed Up and Go. Com a aplicação dos questionários e do teste, obtivemos os seguintes resultados: o questionário do WHOQOL-OLD indicou qualidade de vida variando entre regular e boa em voluntários de ambos os grupos. O questionário HAQ apresentou limitação funcional variando entre normal e leve a moderada em ambos os grupos. A escala de depressão geriátrica mostrou resultados sem indícios de depressão em ambos os grupos. O teste Timed Up and Go não apresentou resultados que demonstrassem um déficit importante de mobilidade física e risco de quedas em ambos os grupos. Devido à pandemia do covid-19, a amostra de voluntários calculada não foi alcançada, portanto, somente foram avaliados os dados de 4 voluntárias, onde pudemos levantar a hipótese de que os pacientes com lombalgia apresentaram resultados que juntamente com outros fatores como a cronicidade, idade ou outras doenças presentes podem ter igualado as pontuações entre os voluntários nos aspectos avaliados. Portanto, são necessários mais estudos que relacionem a dor lombar à avaliação da qualidade de vida, depressão e funcionalidade, comparando com outras variáveis mencionadas.pt_BR
dc.description.abstractThe aim of this study was to verify how low back pain can compromise the quality of life in elderly patients, in addition to analyzing and correlating it with the Timed up and GO functional test and the geriatric depression scale. To achieve the proposed objective, the elderly population of Santos was defined as the object of study. Therefore, volunteers were recruited for 2 study groups: one including the elderly with nonspecific chronic low back pain and the other including the elderly without nonspecific chronic low back pain, the latter being the control group. The evaluations were applied in a single day and in a single time in each volunteer and were composed by: WHOQOL-OLD, HAQ, Geriatric Depression Scale and ending with the Timed Up and Go test. With the application of the questionnaires and test, we obtained the following results: the WHOQOL-OLD questionnaire indicated quality of life ranging from regular to good in volunteers from both groups. The HAQ questionnaire had functional limitations ranging from normal to mild to moderate in both groups. The geriatric depression scale showed results with no evidence of depression in both groups. The timed up and go test did not show results that demonstrated a significant deficit in physical mobility and risk of falls in both groups. Due to the covid-19 pandemic, the calculated sample of volunteers was not reached, therefore, only data from 4 volunteers were evaluated, where we could raise the hypothesis that patients with low back pain presented results that, together with other factors such as chronicity, age or other diseases present may have equaled the scores among the volunteers in the evaluated aspects. Therefore, further studies are needed that relate low back pain to the assessment of quality of life, depression and functionality, comparing with other variables mentioneden
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)pt_BR
dc.format.extent42 fpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.subjectQualidade de vidapt
dc.subjectIdosospt
dc.subjectLombalgiapt
dc.subjectDepressãopt
dc.subjectQuality of lifeen
dc.subjectAgeden
dc.subjectLow back painen
dc.subjectDepressionen
dc.titleAnálise da qualidade de vida, depressão e função em um grupo de idosos com lombalgia crônica inespecíficapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.sponsorshipIDCNPq: 137105/2020-7pt_BR
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
unifesp.knowledgeAreaPromoção, prevenção e reabilitação em saúdept_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4283111117647374pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6748923176828764pt_BR
unifesp.departamentoCiências do Movimento Humanopt_BR
unifesp.graduacaoFisioterapiapt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record