Crescimento Regional Endógeno: Determinantes do Desenvolvimento Econômico Regional no Brasil e na Austrália

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2021-03-01
Autores
Di Sessa, Rafael Beraldo [UNIFESP]
Orientadores
Porto, Paulo Costacurta de Sá [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O objetivo desta pesquisa é avaliar empiricamente os determinantes do desenvolvimento econômico regional para as regiões brasileiras, escolhendo um conjunto de variáveis explanatórias que melhor se aplicam ao caso brasileiro, baseado no modelo de Stimson et.al. (2011), estudo este baseado no caso da Austrália. A questão problema abordada será “Quais são os determinantes do desenvolvimento regional endógeno no Brasil?”. Será utilizado como metodologia a estimação de modelo econométrico pelo método OLS para o modelo mencionado acima. Neste modelo serão consideradas diversos conjuntos de variáveis como o tamanho do mercado, recursos naturais, fatores institucionais, empreendedorismo e de liderança, a fim de explicar o crescimento econômico das regiões. Como hipótese de partida, creio que deverá ocorrer uma relação positiva entre o desenvolvimento econômico regional (RED) brasileiro e as variáveis mencionadas anteriormente, como o caso da Austrália.
The objective of this research is to empirically evaluate the determinants of regional economic development for Brazilian regions, choosing a set of explanatory variables that best apply to the Brazilian case, based on the model by Stimson et.al. (2011), a study based on the case of Australia. The problem question addressed will be “What are the determinants of endogenous regional development in Brazil?”. We will use as methodology the estimation of econometric model by the OLS method for the model mentioned above. In this model, several set of variables will be considered, such as market size, natural resources, institutional factors, entrepreneurship and leadership, in order to explain the economic growth of the regions. As a starting hypothesis, we believe that there should be a positive relationship between Brazilian regional economic development (RED) and the variables mentioned above, as occurred in the case of Australia.
Descrição
Citação