Show simple item record

dc.contributor.advisorNappo, Solange Aparecida [UNIFESP]
dc.contributor.authorLázaro, Alana Mahara da Silva [UNIFESP]
dc.date.accessioned2021-03-03T13:42:53Z
dc.date.available2021-03-03T13:42:53Z
dc.date.issued2021-02-23
dc.identifier.citationLÁZARO, Alana Mahara da Silva. Caracterização das mulheres usuárias de crack no Brasil. 2021. 72 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo, Diadema, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60197
dc.description.abstractPessoas que usam crack são um grupo específico entre as modalidades de uso de cocaína, de forma que a literatura considera danos ampliados e maior condição de marginalização para esse grupo. As mulheres usuárias apresentam comportamentos de risco, como a troca de sexo por droga, que as colocam em situação de extrema vulnerabilidade, sofrendo marginalização entre os próprios usuários. Sendo o olhar sobre as especificidades de gêneros necessário para um melhor aporte quanto a saúde dessas usuárias, o presente trabalho foi elaborado com o objetivo de realizar uma revisão da literatura entre os anos de 2010 à 2020 gerando uma abordagem acurada para esse grupo. Foram explorados temas como: tratamento, assistência e prevenção de riscos, baseando-se em objetivos específicos quanto à epidemiologia, o início do uso, meios de obtenção da droga, consequências para a saúde da usuária, efeitos sociais, gravidez, maternidade e visão da sociedade. Evidenciou-se que a abordagem com a visão de gênero e uma busca pela origem dos padrões vivenciados por essas mulheres não são comuns. Foi percebida uma necessidade de atenção à saúde mental, contracepção e educação sexual. As mulheres usuárias de crack vivem em um contexto de vulnerabilidade e submissão antes, durante e após a dependência química. Essa pesquisa pode contribuir com uma visão abrangente da vivência das mulheres usuárias de crack no Brasil para a sociedade e servir de base para o desenvolvimento de novas pesquisas, como nas lacunas que encontramos em relação as consequências sociais enfrentadas por esse grupo, contracepção, vivência das usuárias que doam seus filhos e trabalho contra a visão estigmatizada entre profissionais da saúde que lidam com essas mulheres.pt_BR
dc.description.abstractPeople who use crack are a specific group among the modalities of cocaine use, so that the literature considers increased damage and a greater condition of marginalization for this group. Women show risky behaviors, such as exchanging sex for drugs, which puts them in a situation of extreme vulnerability, suffering marginalization among the users themselves. Since looking at the specifics of genders is necessary for a better contribution to the health of these users, this study was designed with the aim of conducting a literature review between the years 2010 to 2020, generating an accurate approach for this group. Topics such as: treatment, assistance and risk prevention were explored, based on specific objectives regarding epidemiology, the beginning of use, means of obtaining the drug, consequences for the user's health, social effects, pregnancy, maternity and society’s vision. It became evident that the approach with a gender perspective and a search for the origin of the patterns experienced by these women are not common. There was a perceived need for attention to mental health, contraception and sex education. Women who are crack users live in a context of vulnerability and submission before, during and after drug addiction. This research can contribute to a comprehensive view of the experience of women who use crack in Brazil for society and serve as a basis for the development of new research, as in the gaps we find related to the social consequences faced by this group, contraception, experience of users who donate their children and work against the stigmatized view among health professionals who deal with these women.pt_BR
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.format.extent72 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectMulherespt_BR
dc.subjectCrackpt_BR
dc.subjectCocaínapt_BR
dc.subjectMarginalizaçãopt_BR
dc.subjectVenda do corpopt_BR
dc.subjectEstigmapt_BR
dc.subjectWomenen
dc.subjectCracken
dc.subjectCocaineen
dc.subjectMarginalizationen
dc.subjectBody saleen
dc.subjectStigmaen
dc.titleCaracterização das mulheres usuárias de crack no Brasilpt_BR
dc.title.alternativeCharacterization of women crack users in Brazilpt_BR
dc.title.alternativeCaracterización de las mujeres usuarias de crack en Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
unifesp.campusInstituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9077524518008310pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4675292090990088pt_BR
unifesp.graduacaoCiências Biológicaspt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record