Alterações comportamentais associadas à esquizofrenia em rato da linhagem SHR (Spontaneously Hipertensive Rats) com diferentes níveis de pressão arterial e em camundongos Knock-out para o receptor B2 de bradicinina

Alterações comportamentais associadas à esquizofrenia em rato da linhagem SHR (Spontaneously Hipertensive Rats) com diferentes níveis de pressão arterial e em camundongos Knock-out para o receptor B2 de bradicinina

Author Garcia, Ana Maria Vendramini Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Abilio, Vanessa Costhek Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Farmacologia
Abstract Schizophrenia is one of the most serious and disabling mental disorders. Its manifestation happens in late adolescence / early adulthood. The treatment is performed with the continuous use of antipsychotics. In recent years, greater attention has been paid to the high prevalence of cardiovascular risks in the population with schizophrenia as well as the role of some antipsychotics in the development of these cardiovascular risks. An association between schizophrenia and hypertension is described and some pathophysiological changes are shared by these diseases. In this context, it aims to investigate the association between schizophrenia and hypertension. As a first objective, the role of hypertension on behavioral changes associated with schizophrenia in SHR (Spontaneously Hypertensive Rats) rats was investigated as a model for the study of both conditions. Stratification of the animals was done in subgroups according to systolic blood pressure values and classified into Wistar and SHR animals of low or high blood pressure. For the SHR group, a positive correlation was observed between blood pressure and freezing time in the context conditioned fear task, social interaction and anxiety index. And a negative a negative correlation between pressure and locomotion. For the Wistar strain, a positive correlation was observed between pressure and locomotion, freezing time, exploration of the new object, and anxiety index. The second objective: to evaluate behaviors associated with schizophrenia in knock-out animals for bradykinin B2 receptors. A sensory-motor filter deficit was observed in these animals. Taken together, these results point to the participation of mechanisms associated with blood pressure control in the performance of behavioral tasks associated with schizophrenia.

A esquizofrenia é um dos transtornos mentais mais graves e incapacitantes. Sua manifestação acontece no final da adolescência e início da vida adulta. O tratamento é realizado com o uso contínuo de antipsicóticos. Nos últimos anos tem se dado uma maior atenção à elevada prevalência de riscos cardiovasculares na população com esquizofrenia bem como o papel de alguns antipsicóticos no desenvolvimento destes riscos. Uma associação entre esquizofrenia e hipertensão é descrita e algumas alterações fisiopatológicas são compartilhadas por essas doenças. Nesse contexto, esta tese visa investigar a associação entre esquizofrenia e hipertensão. Como primeiro objetivo, foi investigado o papel da hipertensão sobre alterações comportamentais associadas a esquizofrenia em ratos SHR (Spontaneously Hypertensive Rats) um modelo para o estudo de ambas as condições. Foi feita uma estratificação dos animais em subgrupos de acordo com os valores de pressão arterial sistólica, e classificados em animais Wistar e SHR de baixa ou alta pressão arterial. Para o grupo SHR foi observado uma correlação positiva entre pressão arterial e tempo de congelamento na tarefa de medo condicionado ao contexto, interação social e índice de ansiedade. E uma correlação negativa entre pressão e locomoção. Para a linhagem Wistar foi observado uma correlação positiva entre pressão e locomoção, tempo de congelamento, exploração do objeto novo, e índice de ansiedade. O segundo objetivo consistiu em avaliar comportamentos associados à esquizofrenia em animais knock-out para receptores B2 de bradicinina. Um déficit de filtro sensório-motor foi observado nesses animais. Em conjunto, esses resultados apontam para a participação de mecanismos associados ao controle da pressão arterial no desempenho de tarefas comportamentais associadas à esquizofrenia.
Keywords Schizophrenia
Antipsychotics
Hypertension
Esquizofrenia
Antipsicótico
Hipertensão
Language Portuguese
Date 2019-10-31
Research area Neuropsicofarmacologia, Neuroplasticidade E Envelhecimento
Knowledge area Fisiologia E Farmacologia
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=8003695
Access rights Closed access
Type Thesis
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/60000

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account