Atividade, repouso e cognição de crianças escolares

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2019-12-18
Autores
Llaguno, Nathalie Sales [UNIFESP]
Orientadores
Avelar, Ariane Ferreira Machado [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introduction: Childhood is a critical period for the development of biological systems, after all it is when processes of cognitive, physical and emotional development occur. In the school phase, the cognitive process is enhanced depending on previous and current sleep-related conditions - such as have some care and the environment - and is a target phase for health interventions. Objectives: To identify individual, family and environmental characteristics of school children; describe the activity and rest profile, melatonin levels and cognitive assessment of school children; correlate individual, family and environmental characteristics, activity and rest profile, melatonin levels and cognitive assessment of school children; and develop educational material for the implementation of sleep hygiene measures. Casuistic and Method: Cross-sectional, prospective and correlation study, conducted in a private educational institution, located in the city of Diadema-SP. The sample consisted of children enrolled in Elementary School I at least 6 years old. Were evaluated the characterization of the sample, the environment and family members, analysis of the cognitive assessment and sleep aspects variables. Collection was started after approval by the study’s ethical merit. Cognitive assessment was performed by the WASI-II test and the DFH-III, and the rest and activity by the actimeter, as well the completion of a sleep diary for 15 days. Nighttime urine (from 7 pm to 7 am), was collect on the child's last day of stay with the actimeter to measure the urinary 6-sultafatoxymelatonin level. Data were stored in a spreadsheet and analyzed using SPSS Statistics 20 software. Descriptive analysis was performed by calculating the mean, standard deviation, median, minimum and maximum. To compare cognitive tests and the activity-rest, nonparametric tests were used, considering p<0.05 statistically significant values. Results: The convenience sample consisted of 18 children, 9 males and the other females, with an average age of 7.6 years, who mainly attended the 2o. the Elementary School I year. The average time at which the children went to bed was 22h58(±1h12) and woke up at 7h44(±1h10), with a mean total rest time of 483.2(±38.3) minutes and an average sleep efficiency of 90.2(±2.7)%. The WASI-II cognitive test resulted in an average total Intelligence Quotient of 102.2(±12.3), level mean of 6-sulfatoxymelatonin was 14.6(±9.0)μg/dL, with average mean of daily electronic use of 2.8(±1.9) hours. The children were grouped according the average time they went to bed: group I - before 22h58 and group II - after 22h58. No statistically significant difference was identified between the groups and there was no association between IQ and total rest time, or between total rest time and 6-sulfatoxymelatonin level. The “Sleep Hygiene for Children” booklet was elaborated and validated with experts in the second round of the Delphi technique. Conclusion: The children showed total rest time less than recommended for the age, normal IQ values, and there wasn’t significant relationship between the total rest time, IQ value and 6-sulfatoxymelatonin level. The sleep hygiene booklet was bulit and validated after the second round of the Delphi technique, constituting material that could promote the dissemination of sleep hygiene in the school environment.
Introdução: A infância é um período crítico para o desenvolvimento dos sistemas biológicos, pois é quando ocorrem processos de desenvolvimento cognitivo, físico e emocional. Na fase escolar, o processo cognitivo é aprimorado dependendo de condições anteriores e atuais relacionadas ao sono - como ter alguns cuidados e o ambiente - caracterizando-se em uma fase alvo para intervenções em saúde. Objetivos: Identificar características individuais, familiares e ambientais de crianças escolares; descrever o perfil de atividade e repouso, níveis de melatonina e avaliação cognitiva de crianças escolares; correlacionar características individuais, familiares e ambientais, perfil de atividade e repouso, níveis de melatonina e avaliação cognitiva de crianças escolares; e desenvolver material educativo para implementação de medidas para higiene do sono. Casuística e Método: Estudo transversal, prospectivo e de correlação, realizado em instituição privada de educação, situada no município de Diadema-SP. A amostra foi composta por crianças matriculadas no Ensino Fundamental I com pelo menos 6 anos completos. Foram avaliadas variáveis de caracterização da amostra, do ambiente e dos familiares, relativas à avaliação cognitiva e aos aspectos do sono. A coleta foi iniciada após aprovação do mérito ético do estudo. Realizou-se a avaliação cognitiva pelos testes WASI-II e DFH-III, e de atividade e repouso pelo actímetro, além do preenchimento de diário de sono por 15 dias. Urina do período noturno (das 19h00 às 07h00) foi coletada no último dia de permanência da criança com o actímetro, a fim de mensurar o nível da 6-sultafatoximelatonina.Os dados foram armazenados em planilha eletrônica e analisados no programa SPSS Statistics 20. A análise descritiva foi realizada através de cálculo da média, desvio-padrão, mediana, mínimo e máximo. Para comparação de testes cognitivos e do sono foram utilizados testes não paramétricos, considerando-se valores de p<0,05 estatisticamente significantes. Resultados: A amostra por conveniência foi composta de 18 crianças, sendo 9 do sexo masculino e as demais do sexo feminino, com idade média de 7,6 anos, que cursavam principalmente o 2o. ano do Ensino Fundamental I. O horário médio em que as crianças deitaram foi de 22h58(±1h12) e que acordaram 07h44(±1h10), com média de tempo total de repouso de 483,2(±38,3) minutos e eficiência do sono de 90,2(±2,7)%. O teste cognitivo WASI-II resultou em Quociente de Inteligência total médio de 102,2(±12,3), o nível de 6-sulfatoximelatonina foi de 14,6(±9)μg/dL, com média diária de uso de eletrônico de 2,8(±1,9) horas. As crianças foram agrupadas segundo horário médio que foram deitar: grupo I - antes de 22h58 e grupo II - após as 22h58. Não se identificou diferença estatisticamente significante entre os grupos e não houve associação entre o QI e o tempo total de repouso, ou entre tempo total de repouso e nível de 6-sulfatoximelatonina. Foi elaborada e validada com especialistas a cartilha “Higiene do Sono para Crianças” na segunda rodada da técnica Delphi. Conclusão: as crianças apresentaram tempo de repouso inferior ao recomendado para a idade, valores de QI dentro da normalidade, e não houve relação significativa entre o tempo total de repouso, valor de QI e nível de 6-sulfatoximelatonina. A cartilha sobre higiene do sono foi construída e validada após a segunda rodada da técnica Delphi, constituindo material que poderá promover a divulgação da importância da higiene do sono em ambiente escolar.
Descrição
Citação