O papel da inervação do tecido adiposo retroperitoneal na ativação simpática sistêmica e alterações cardiovasculares e metabólicas em modelo de obesidade experimental

O papel da inervação do tecido adiposo retroperitoneal na ativação simpática sistêmica e alterações cardiovasculares e metabólicas em modelo de obesidade experimental

Author Garcia, Michelle Louvaes Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Bergamaschi, Cassia Marta De Toledo Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Farmacologia
Abstract The predominance of obesity and overweight has been constantly increasing in developed and emerging countries due to the intake of high-fat foods and a sedentary lifestyle of choice, which makes obesity one of the most concerning public health issues worldwide. Obese people have a higher risk of developing comorbidities, such as type 2 diabetes, atherosclerosis, arterial hypertension, chronic kidney diseases and increase of cardiovascular morbidity and mortality rates. It is suggested that 65-75% of arterial hypertension diagnosis cases are associated with overweight, bringing even more attention to the importance of comprehending obesity and its comorbidities development’s underlying mechanisms. Thus, this project aimed to evaluate the influence of the retroperitoneal white adipose tissue (rWAT) innervation on sympathetic activity, cardiovascular and metabolic changes in high-fat diet-induced obese rats. For such, male Wistar rats, weighting 250-300g, were used, separated into groups treated with high-fat diet (HFD) (5,18 kcal/g, 36,5% fat) or conventional diet (2,69 kcal/g, 4,6% fat) for 8 weeks and that underwent or not rWAT denervation at 6 weeks. Our results have shown that animals treated with HFD presented higher serum levels of leptin and glucose, a discreet increase in mean arterial pressure (MAP) and a significant increase in splanchnic sympathetic nervous activity (sSNA); after rWAT denervation, these parameters were all normalized. We have also verified an increase in pro- and anti-inflammatory cytokines gene and protein expression levels, as well as tissue renin-angiotensin-aldosterone system (RAAS) components protein expression in retroperitoneal, mesenteric and epididymal white adipose tissue in HFD-treated animals; rWAT denervation has significantly altered these parameters. Therefore, the model of obesity induced by HFD was able to promote increased levels of serum leptin and blood glucose, MAP, sSNA, inflammatory and tissue RAAS activation markers. Besides, rWAT denervation has improved and even normalized most of these factors, suggesting that the adipose tissue signaling is capable of regulating tissue responses, as well as systemic, that are most likely involved in obesity’s comorbidities development.

A prevalência da obesidade e sobrepeso tem aumentado muito em países desenvolvidos e subdesenvolvidos, tornando-se cada vez mais um problema de saúde pública devido ao alto risco de desenvolvimento de doença associadas, dentre elas, a diabetes, aterosclerose, hipertensão arterial, doença renal crônica e aumento de morbidade e mortalidade cardiovascular. Sugere-se que 65-75% do diagnóstico de hipertensão arterial é atribuído ao excesso de peso corporal, evidenciando a importância de compreender os mecanismos responsáveis pelo desenvolvimento destas doenças associadas à obesidade. Sendo assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o papel da inervação do tecido adiposo retroperitoneal (RET) na ativação simpática, alterações cardiometabólicas em ratos submetidos à dieta hiperlipídica. Para tanto, foram utilizados ratos wistar (250-300g) tratados com dieta hiperlipídica (5,18 Kcal/g e 36,5% de gordura) ou dieta padrão (2,69 Kcal/g e 4,6% de gordura) durante 8 semanas, e submetidos ou não à denervação do tecido adiposo RET. Nossos resultados mostraram que os animais tratados com dieta hiperlipídica apresentaram aumento na concentração sérica de leptina e glicose, bem como um pequeno aumento na pressão arterial média (PAM) e significante elevação na atividade nervosa simpática esplâncnica (ANSe), e, após a denervação do tecido adiposo RET, estes parâmetros foram normalizados. Verificamos também aumento na expressão gênica e proteica de citocinas pró-inflamatórias e na expressão gênica de componentes do sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA) tecidual (RET e mesentérico) nos animais tratados com dieta hiperlipídica; após a denervação do RET, observamos uma importante redução nessas citocinas e nos componentes do SRAA. Além disso, a dieta hiperlipídica modificou a atividade das enzimas antioxidante no soro, tecido adiposo RET e mesentérico e a denervação do tecido adiposo RET reverteu estas alterações. Portanto, podemos concluir que a obesidade induzida pela dieta hiperlipídica promoveu aumento na atividade nervosa simpática, PAM, leptina sérica e glicemia, assim como, em marcadores envolvidos no processo inflamatório, na ativação do SRAA e estresse oxidativo tecidual. Além disso, a denervação do tecido adiposo RET melhorou de forma significante a maior parte destes parâmetros, sugerindo que a sinalização proveniente da inervação do tecido adiposo é capaz de regular respostas sistêmicas e teciduais provavelmente envolvidas no desenvolvimento das comorbidades presentes na obesidade.
Keywords Obesity
Sympathetic Nervous Activity
Inflammation
RAAS
Obesidade
Atividade Nervosa Simpática
Inflamação
SRAA
Language Portuguese
Date 2019-01-31
Research area Fisiologia E Farmacologia Cardiovascular E Renal
Knowledge area Fisiologia E Farmacologia
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=8006723
Access rights Closed access
Type Thesis
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59871

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account