Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Marcelo Cavenaghi Pereira Da [UNIFESP]
dc.contributor.authorMaria, Tiago Nicoliche [UNIFESP]
dc.date.accessioned2021-01-19T16:35:46Z
dc.date.available2021-01-19T16:35:46Z
dc.date.issued2019-02-28
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7584110pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59759
dc.description.abstractThis study was designed to evaluate the anti-inflammatory effects of curcumin in the induced osteoarthritis treatment in rats’ knee. Design: Fifteen adult rats were used and sectioned in three groups: Osteoarthritis Group (OAG), Control Group (CG – without induction of osteoarthritis), and the Curcumin Osteoarthritis Group (COAG). Osteoarthritis was induced in the right knee of OAG and COAG by an intra-articular injection of 1 mg Zymosan. Fourteen days after induction, 50 mg/kg of Curcumin was daily administered for 60 days by gavage to the COAG. After 8 weeks, rats from all groups were euthanized. Medial femoral condyles were collected for fixation, decalcification, and immunohistochemical and light microscopy procedures. The expression of the antibodies SOX-5, IHH, MMP-8, MMP-13, and Collagen 2 (Col2) were analyzed. Results: COAG demonstrated an increase in the number of chondrocytes in the surface and middle layers when compared with OAG and CG, respectively. COAG also showed a decrease in the thickness of the middle and deep layers when compared with OAG and an increase in the Col2 expression was found in all the articular layers (surface, middle, and deep) in the COAG when compared with OAG. There was an increase in the SOX-5 expression in the surface and deep layers of the COAG when compared with OAG and CG, respectively. Conclusion: The results indicated that the treatment with curcumin demonstrated neither an improvement in cartilage thickness nor in MMP-8 and MMP-13 expressions, but it showed improvement in IHH, Col2, SOX-5 expressions and in the number of chondrocytes.en
dc.description.abstractSabe-se que a osteoartrite do fêmur é uma das patologias mais comuns e lesivas aos joelhos dos seres humanos. Por se tratar de uma lesão silenciosa e progressiva, esta tem altos custos aos cofres públicos e/ou aos convênios médicos. A Curcuma longa é formada por um grupo de três curcuminóides, sendo que a curcumina apresenta fatores antioxidantes, antimicrobianos e anti-inflamatórios. Tendo-se isto em vista este estudo tem como objetivo avaliar os efeitos anti-inflamtórios da curcumina no tratamento da osteoartrite induzida nos joelhos de ratos. Métodos: Foram utilizados 15 ratos adultos machos divididos em três grupos: Grupo Osteoartrite (GOA), Grupo Controle (GC – sem indução de osteoartrite) e o Grupo Osteoartrite Tratado com Curcumina (GOAC). A osteoartrite foi induzida nos joelhos direitos do GOA e no GOAC utilizando 1mg de Zymozan. Após indução de 14 dias, o GOAC foi tratado durante 60 dias contínuos, por meio de gavagem esofágica com 50 mg/Kg de curcumina. Depois de 8 semanas, os ratos de todos os grupos foram eutanasiados. Os côndilos femorais mediais foram coletados e foi realizada a mensuração da espessura da cartilagem e do número de condrócitos por camada (superficial, intermédia e profunda) em microscopia de luz. Também foi analisada a imunoexpressão de colágeno 2 (Col2), Indian Hedghog (IHH), metaloproteinase de matriz 8 (MMP-8), MMP-13 e SOX-5 nos diferentes grupos. Resultado: O GOAC apresentou um aumento no número de condrócitos na camada superficial e intermédia em relação ao GOA e GC respectivamente. O GOAC demonstrou uma diminuição na espessura da camada intermédia e profunda em comparação ao GOA. Em todas as camadas articulares (superficial, intermédia e profunda), houve um aumento na expressão do Col2 do GOAC em relação ao GOA. Houve um aumento na expressão do SOX-5 na camada superficial e profunda do GOAC em comparação ao GOA e GC respectivamente. Conclusão: Os resultados indicaram que o tratamento com a curcumina não apresentou melhora na espessura da cartilagem e nem na expressão do MMP-8 e MMP-13, mas ela demonstrou melhora na expressão do IHH, Col2, SOX-5 e na contagem de condrócitos.pt
dc.format.extent100 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectOsteoarthritisen
dc.subjectCurcuminen
dc.subjectRatsen
dc.subjectOsteoartritept
dc.subjectCurcuminapt
dc.subjectRatospt
dc.titleAvaliação da cartilagem articular do joelho de ratos com artrite induzida e tratados com curcuminapt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2019)
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicinapt
unifesp.graduateProgramBiologia Estrutural e Funcionalpt
unifesp.knowledgeAreaBiologia Celular E Molecularpt
unifesp.researchAreaBiologia Estrutural E Funcional Aplicadapt
dc.audience.educationlevelMestrado


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record