Show simple item record

dc.contributor.advisorTucci, Adriana Marcassa [UNIFESP]
dc.contributor.authorVignola, Rose Claudia Batistelli [UNIFESP]
dc.date.accessioned2021-01-19T16:32:02Z
dc.date.available2021-01-19T16:32:02Z
dc.date.issued2019-04-30
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7871768pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59253
dc.description.abstractDepression and anxiety are very common emotional disorders currently being stress increasingly pointed in the literature as a risk factor for these states. Although the relationship between depression, anxiety and stress is complex, studies show that phenomena are interconnected: transit between negative affect, emotional distress and physiological changes in the HHA axis. This study aimed to adapt and validate the DASS-21- Brazilian version - for low-school applicability. The conceptual basis of the DASS-21 was the tripartite model of anxiety and depression. Methods: The Brazilian DASS-21 version has been adapted for low-educated and illiterate people, primary target public in the SUS. 227 subjects completed the following assessments: the DASS-21, the BDI, the BAI and the Inventory of Stress Symptoms of Lipp. Results: The factorial analysis and distribution among the subscales revealed that the structure of three distinct factors is adequate, approaching more than originally proposed model, and legitimizing the nature of the scale, which is to evaluate three different emotional states. The KMO test result was 0.918, indicating that the adequacy of the model was high. Cronbach‟s alpha was 0.903 for the Depression, 0.832 for the Stress, and 0.887 for the Anxiety, showing a good internal consistency for each subscale .The values of the Intraclass Correlation Coefficients (ICC) indicated excellent reliability that refers to the concordance analysis for the evaluations of each construct: DASS-21: 0.98; dass-stress: 0.89; dass-anxiety: 0.96 and dass-depression: 0.96. The correlation tests with the DASS subscales, BDI, BAI and ISSL demonstrated a strong correlation between the DASS-21 and the others scales: BDI/ Depression 0.73; BAI/ Anxiety 0.83 and LIPP/Stress 0.71. The factorial analysis and distribution among the subscales indicated that the structure of three distinct factors is adequate. Conclusions: The results of this study attest to the reliability and validity of the Brazilian version of DASS-21 in the population with low educational level or illiterate, indicating that this instrument can be used in the initial evaluation and follow-up of this population to detect these emotional states separately, eliminating the use of multiple instruments, reducing time, as well as facilitating access to early treatment in cases that require more appropriate specialized treatment.en
dc.description.abstractEstudos evidenciam que o estresse, a depressão e a ansiedade são fenômenos interligados: transitam entre afeto negativo, desconforto emocional e alterações fisiológicas no eixo Hipotálamo-Hipófise-Adrenal (HHA). A base conceitual da DASS 21 - Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse foi o modelo tripartido de ansiedade e depressão. O objetivo deste estudo foi adaptar e verificar a aplicabilidade do instrumento DASS 21 - Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse, versão brasileira, para a população de baixa escolaridade. A versão brasileira da DASS-21 foi adaptada para pessoas de baixa escolaridade e analfabetas, público-alvo da atenção primária no SUS. Foram submetidos 227 indivíduos aos inventários de Beck de Depressão e Ansiedade, ao Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp e à DASS-21, base deste estudo, nas Unidades Básicas de Saúde do município de Santo André/SP. A análise fatorial e a distribuição entre as subescalas revelaram que a estrutura de três fatores distintos é bastante adequada, aproximando-se mais do modelo originalmente proposto, e legitimando a natureza da escala, que é avaliar três estados emocionais diferentes. O resultado do teste KMO foi de 0,918, apontando que a adequação do modelo foi alta. O alfa de Cronbach foi de 0,903 para a Depressão; 0,832 para o estresse e, 0,887, para a ansiedade, mostrando boa consistência interna para cada subescala. Os valores dos Coeficientes de Correlação Intraclasse indicaram também adequada confiabilidade de cada constructo: DASS-21: 0,98; dass-estresse: 0,89; dassansiedade: 0,96 e dass-depressão: 0,96. Os testes de correlação com as subescalas DASS, BDI, BAI e ISSL demonstraram forte correlação entre a DASS-21 e asxvii demais escalas: BDI / Depressão 0,733; BAI / Ansiedade 0,830 e LIPP / Estresse 0,710. A análise fatorial e a distribuição entre as subescalas indicaram que a estrutura de três fatores distintos é bastante adequada. Os resultados do estudo atestam a confiabilidade e validade da versão brasileira da DASS-21 na população com baixa escolaridade , indicando que esse instrumento pode ser utilizado na avaliação inicial e de seguimento dessa população para a detecção dos sintomas de cada estado emocional separadamente, eliminando o uso de múltiplos instrumentos, reduzindo o tempo, bem como facilitando a busca de tratamento precoce no atendimento dos casos que requerem tratamento especializado mais apropriado.pt
dc.format.extent119 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectAnxietyen
dc.subjectDepressionen
dc.subjectStressen
dc.subjectValidationen
dc.subjectPsychometricsen
dc.subjectAnsiedadept
dc.subjectDepressãopt
dc.subjectEstressept
dc.subjectValidaçãopt
dc.subjectPsicometriapt
dc.titleEscala de depressão, ansiedade e estresse (DASS) do Brasil: adaptação e aplicabilidade para baixa escolaridadept
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2019)
unifesp.campusBaixada Santista, Instituto de Saúde e Sociedadept
unifesp.graduateProgramInterdisciplinar em Ciências da Saúdept
unifesp.knowledgeAreaPromoção, Prevenção E Reabilitação Em Saúdept
unifesp.researchAreaCiências Humanas, Sociais E Saúdept
dc.audience.educationlevelDoutorado


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record