Fatores relacionados ao controle glicêmico inadequado de pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1 em uso de bomba de infusão subcutânea contínua de insulina: uma perspectiva do usuário - estudo piloto. São Paulo 2019

Fatores relacionados ao controle glicêmico inadequado de pacientes com Diabetes Mellitus tipo 1 em uso de bomba de infusão subcutânea contínua de insulina: uma perspectiva do usuário - estudo piloto. São Paulo 2019

Author Oyama, Priscila Rodrigues Leite Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Gabbay, Monica Andrade Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Tecnologias e Atenção à Saúde
Abstract Introduction: In patients with diabetes mellitus (DM) there is an close relationship between poor glycemic control and the development of micro and macrovascular complications. Currently, the most recommended method for the replacement of endogenous insulin deficiency is the basal/bolus regimen that can be done through multiple daily doses of insulin (MDI) or the use of continuous subcutaneous insulin infusion (CSII), which has several advantages to patient. In Diabetes Center of Federal University of São Paulo, we have an insulin pump outpatient clinic. Despite the multidisciplinary structure aiming at diabetes, we observed that 47% of patients with type 1 diabetes mellitus (T1D) have HbA1c > 8.5%, which is 1-1.5% above the glycemic target for age, predisposing them to acute and chronic complications. Objectives: The main objective of this study was to determine which factors, indicated by insulin pump T1D patients, are contributing to their unsatisfactory glycemic control (HbA1c> 8.5%). The secondary objective was to analyze if there is a relationship between these factors with demographic characteristics, time of diagnosis of the disease and time using CSII. Methods: A cross-sectional study was carried out based in the application of a questionnaire to insulin pump T1D patients between 10 and 26 years of age and HbA1c above 8.5%. The study was conducted at the Insulin Pump Outpatient clinic of Diabetes Center of UNIFESP, from 2017 to 2018. The questionnaire was prepared according to health professionals observation regarding to patients’ justification for not achieving glycemic control. It consists of 20 objective questions based on four domains of possible glycemic control interfering factors: diabetes support service, individual characteristics, insulin pump operability and the Brazil’s Unified Health System (Sistema Único de Saúde - SUS) and allowed responses according to the Likert scale of five points with the following graduation: "totally influences", "influences a lot", "moderately influences", "little influence" and "does not influence" glycemic control. Demographic data (age and sex), duration of DM and time using CSII were also collected. Results: the majority of the patients were females (58.3%), with more than 5 years of diagnosis (91.7%) and use insulin pump for more than 1 year (87.5%). The mean age of patients was 17.3 ± 5.0 years, ranging from 10 to 26 years. Showed influence (moderately, a lot or totally) on HbA1c> 8.5%: the lack supplies delivery (catheters, cannulas, reagent strips, insulin) provided by SUS (70.8% - question 19; 62,5% - question 18; 62.5% - question 20); the need for greater psychological support (62.5% - question 2); difficulty in checking of blood glucose frequently (62.5% - question 11); the difficulty/adherence in entering blood glucose and carbohydrate grams in CSII (54.2% - question 10); the need for better nutritional and nursing support (54.2% - question 3 and 50% - question 1). There was no statistically significant difference between the questionnaire responses and sex, time of T1D diagnosis, time of insulin pump and age. Conclusion: Brazilian Health system irregular insulin pump supplies provision , lack of greater psychological support and type of self monitoring blood glucose were the main factors pointed out by CSII not reaching satisfactory glycemic control.

Introdução: Em pacientes com diabetes mellitus (DM) existe uma íntima relação entre o mau controle glicêmico e o desenvolvimento de complicações micro e macrovasculares. Atualmente o método mais recomendado para reposição da deficiência de insulina endógena é o esquema basal/bolus, que pode ser feito através múltiplas doses diárias de insulina (MDI) ou do uso do sistema de infusão contínuo de insulina (SICI), que traz diversas vantagens ao paciente. Dispomos, no serviço de Diabetes da Universidade Federal de São Paulo, de um ambulatório específico para pacientes usuários do SICI. Apesar de toda a estrutura de nosso ambulatório de SICI observamos que 47% dos pacientes com diabetes mellitus tipo 1 (DM1) estão com HbA1c > 8.5%, ou seja, 1 a 1.5% acima do alvo da glicemia para a idade a despeito do investimento na educação em DM, predispondo os mesmos a complicações agudas e crônicas. Objetivos: O objetivo principal deste estudo foi determinar quais são os fatores, apontados pelos pacientes com DM1 usuários do SICI, que estão contribuindo para o seu controle glicêmico insatisfatório (HbA1c >8.5%). O objetivo secundário foi analisar se existe relação entre estes fatores com características demográficas, tempo de diagnóstico da doença e tempo de uso do SICI. Métodos: Foi realizado um estudo transversal analítico estruturado na aplicação de questionário a pacientes com DM1 usuários de SICI, entre 10 a 26 anos de idade e com HbA1c acima de 8.5%. O estudo foi conduzido no Ambulatório de Bomba de Insulina do Centro de Diabetes da UNIFESP no período de 2017 a 2018. O questionário foi elaborado segundo a observação dos profissionais de saúde quanto às principais justificativas dos pacientes para não atingirem o controle glicêmico adequado, e é composto de 20 perguntas objetivas baseadas em quatro domínios de possíveis fatores interferentes no controle glicêmico: apoio do serviço de diabetes, características individuais, operacionalidade da bomba de insulina e o Sistema Único de Saúde (SUS) e permitia respostas conforme escala do tipo Likert de cinco pontos, com a seguinte graduação: "influencia totalmente", "influencia muito", "influencia moderadamente", "influencia pouco" e "não influencia” o controle glicêmico. Foram também coletados dados demográficos (idade e sexo), duração do DM e tempo de uso do SICI. Resultados: a maioria dos pacientes era do sexo feminino (58,3%), com mais de 5 anos de diagnóstico do DM (91,7%) e usuários da bomba de insulina por mais de 1 ano (87,5%). A idade média dos pacientes foi de 17,3± 5,0 anos, variando de 10 a 26 anos. Foram descritos como tendo influência (moderadamente, muito ou totalmente) na HbA1c > 8.5%: a falta de insumos (cateteres, cânulas, tiras reagentes, insulina) fornecidos pelo SUS (respectivamente 70,8% - questão 19; 62,5% - questão 18; 62,5% - questão 20); a necessidade de maior apoio psicológico (62,5% - questão 2); a dificuldade em fazer a glicemia capilar várias vezes ao dia (62,5% - questão 11); a dificuldade/aderência em inserir os dados de glicemia capilar e contagem de carboidratos no sistema de SICI (54,2% - questão 10) e a necessidade de maior apoio nutricional e de enfermagem (respectivamente 54,2% - questão 3 e 50% - questão 1). Não houve diferença estatisticamente significativa entre as respostas ao questionário e sexo, tempo de DM, uso da bomba de insulina e idade. Conclusão: O fornecimento irregular de insumos pelo sistema de saúde, a falta de um maior apoio psicológico para o convívio com a condição DM e o sistema atual de monitoração da glicemia foram os principais fatores apontados pelos usuários do SICI para não atingirem os alvos de bom controle glicêmico.
Keywords Diabetes Mellitus Type
Continuous Insulin Infusion System
Glycemic Control
Insulin Pump
Diabetes Mellitus Tipo
Sistema De Infusão Contínuo De Insulina
Controle Glicêmico
Bomba De Insulina
Language Portuguese
Date 2019-10-31
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 35 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=9237928
Access rights Closed access
Type Dissertação de mestrado profissional
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/59196

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account