Registro de medicamentos biológicos em países da América Latina: um olhar crítico sobre os diferentes requerimentos adotados

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2020
Autores
Costa, Tainá Previtalli [UNIFESP]
Orientadores
Ferraz, Helena Onishi [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Tendo em vista as inúmeras especificidades nos regulamentos de cada país, adentrar e permanecer no mercado de medicamentos biológicos na América Latina se mostra como um desafio para as indústrias farmacêuticas. Este trabalho discorreu sobre registro de medicamentos biológicos em países da América Latina, dispondo de um olhar crítico sobre os diferentes requerimentos adotados. É preciso reconhecer que, embora a região da América Latina não possua um procedimento totalmente harmonizado para o registro de medicamentos biológicos, esforços têm sido feitos para adotar/ adaptar as diretrizes do ICH, o que auxilia de certa forma a harmonizar os requisitos para o desenvolvimento e a aprovação de novos medicamentos. Apesar dessas tentativas, ainda existem muitas particularidades de requerimentos não justificáveis entre os países da região, o que se mostra como uma oportunidade para alinhamento e harmonização, a fim de garantir e acelerar o acesso da população em relação a estes medicamentos de tamanha importância, principalmente para o tratamento de câncer e doenças crônicas. .
In view of the numerous specificities in the regulations of each country, entering and remaining in the market for biological medicines in Latin America is a challenge for the pharmaceutical industries. This paper discusses the registration of biological medicines in Latin American countries, taking a critical look at the different requirements adopted. It must be recognized that, although the Latin American region does not have a fully harmonized procedure for registering biologic drugs, efforts have been made to adopt / adapt the ICH guidelines, which helps to harmonize requirements for development and approval of new drugs. Despite these attempts, there are still many peculiarities of unjustified requirements among countries in the region, which is an opportunity for alignment and harmonization, in order to guarantee and accelerate the population's access to these drugs of such importance, mainly for the treatment of cancer and chronic diseases.
Descrição
Citação
Coleções