Dinâmicas de urbanização na hiperperiferia da metrópole de São Paulo: análise dos processos de expansão urbana e das situações de vulnerabilidade socioambiental em escala intraurbana

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2010-06-01
Autores
Alves, Humberto Prates da Fonseca [UNIFESP]
Alves, Claudia Durand
Pereira, Madalena Niero
Monteiro, Antonio Miguel Vieira
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The objective of this article is to analyze, on an intraurban scale, the interrelations among processes of urban expansion and situations of socioenvironmental vulnerability in a hyperperipheral region of the São Paulo Metropolitan Region in recent years (2000 to 2006). This geographical region includes the district of Cidade Tiradentes and its surrounding area, located at the extreme eastern side of the municipality of São Paulo. The overall methodology of the study involves the mapping of the use of the soil and of the areas of urban expansion, using satellite images, as well as the identification and characterization of situations (areas) of socioenvironmental vulnerability. To this end, socioenvironmental indicators are constructed and analyzed based on census sectors from the Federal Census of 2000, including socioeconomic, demographic and environmental data. The results show a strong correlation between the processes of urban expansion and growth of substandard settlements and situations of socioenvironmental vulnerability in the hyperperipheral region of Cidade Tiradentes and its surrounding area. It was also seen that there are broad overlappings between social and environmental vulnerabilities, with strong concentration of social and environmental problems and risks in certain areas, as is the case of the census sectors of high socioenvironmental vulnerability in the Cidade Tiradentes region. These areas show irregularity in the use of the soil and widespread presence of substandard settlements such as shantytowns and irregular subdivision projects. There are also extremely critical socioeconomic conditions, with very low levels of income, formal education and sanitation.
El objetivo del trabajo es realizar un análisis, en escala intraurbana, de las interrelaciones entre los procesos de expansión urbana y las situaciones de vulnerabilidad socioambiental, en una región hiperperiférica de la metrópoli de San Pablo, para el período 2000 a 2006. La referida región abarca el distrito de Ciudad Tiradentes y su entorno, en el extremo este del municipio de San Pablo. La metodología general del estudio incluye el mapeo del uso del suelo y de las áreas de expansión urbana, por medio de imágenes de satélite, así como la identificación y caracterización de situaciones (áreas) de vulnerabilidad socioambiental, por la construcción y análisis de indicadores socioambientais a nivel de los sectores censitarios del Censo 2000 del IBGE, integrando datos socioeconómicos, demográficos y ambientales. Los resultados revelan una expresiva asociación entre los procesos de expansión urbana y crecimiento de asentamientos precarios y las situaciones de vulnerabilidad socioambiental, en la región hiperperiférica de Ciudad Tiradentes y entorno. Además, se observa la existencia de grandes superposiciones entre vulnerabilidades sociales y ambientales, con fuerte concentración de problemas y riesgos sociales y ambientales en determinadas áreas, como es el caso de los sectores censitarios de alta vulnerabilidad socioambiental de la región de la Ciudad de Tiradentes y su entorno. Estas áreas presentan altos niveles de irregularidad en el uso del suelo, con fuerte presencia de asentamientos precarios como favelas y loteos irregulares, además de condiciones socioeconómicas extremadamente desfavorables, con bajos niveles de ingreso, escolaridad y saneamiento.
O objetivo do trabalho é fazer uma análise, em escala intraurbana, das inter-relações entre os processos de expansão urbana e as situações de vulnerabilidade socioambiental, em uma região hiperperiférica da metrópole de São Paulo, no período recente (2000 a 2006). A referida região abrange o distrito de Cidade Tiradentes e seu entorno, no extremo leste do município de São Paulo. A metodologia geral do estudo envolve o mapeamento do uso do solo e das áreas de expansão urbana, por meio de imagens de satélite, bem como identificação e caracterização de situações (áreas) de vulnerabilidade socioambiental, pela construção e análise de indicadores socioambientais ao nível dos setores censitários do Censo 2000 do IBGE, integrando dados socioeconômicos, demográficos e ambientais. Os resultados revelam uma expressiva associação entre os processos de expansão urbana e crescimento de assentamentos precários e as situações de vulnerabilidade socioambiental, na região hiperperiférica de Cidade Tiradentes e entorno. Além disso, observa-se existência de grandes sobreposições entre vulnerabilidades sociais e ambientais, com forte concentração de problemas e riscos sociais e ambientais em determinadas áreas, como é o caso dos setores censitários de alta vulnerabilidade socioambiental da região de Cidade Tiradentes e entorno. Estas áreas apresentam altos níveis de irregularidade no uso do solo, com forte presença de assentamentos precários como favelas e loteamentos irregulares, além de condições socioeconômicas extremamente desfavoráveis, com baixíssimos níveis de renda, escolaridade e saneamento.
Descrição
Citação
Revista Brasileira de Estudos de População. Associação Brasileira de Estudos Populacionais, v. 27, n. 1, p. 141-159, 2010.