ESTUDO DA ANATOMIA VASCULAR SANGUÍNEA E BILIAR DO SEGMENTO LATERAL ESQUERDO DO FÍGADO E SUA APLICAÇÃO CIRÚRGICA

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1998-01-01
Autores
Ribeiro Jr., Marcelo A. F.
Goldenberg, Saul [UNIFESP]
Prates, José Carlos [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O objetivo do presente estudo é investigar a anatomia vascular sanguínea e biliar do segmento lateral esquerdo ou segmentos II e III do fígado, assim como suas variações, para se evitarem complicações isquêmicas ou trombóticas do segmento lateral esquerdo, bem como o surgimento de fistulas biliares após o transplante hepático parcial ou reduzido. 25 cadáveres foram avaliados. A veia porta, artéria hepática, via bilífera e veias hepáticas foram submetidas a técnica de injeção de acrílico na forma líquida para posterior obtenção dos moldes hepáticos. Não foram encontradas variações no ramo esquerdo da veia porta. A irrigação arterial de tal segmento se seu a partir da artéria hepática esquerda ramo da artéria hepática comum em 24/25 casos; em um caso encontrou-se uma artéria hepática substituta, ramo da artéria gástrica esquerda, irrigando os segmentos II e III; em outro caso (1/24) foi encontrado um ramo acessório da artéria gástrica esquerda irrigando o segmento II. O ducto hepático esquerdo recebeu os ramos de drenagem dos segmentos II e III em todos os casos estudados; em 23/25 casos notou-se a presença de um ducto bilífero proveniente do segmento IV desembocando ducto hepático esquerdo. Quanto a veia hepática esquerda, responsável pela drenagem de tais segmentos, uniu-se a veia hepática intermédia formando um tronco comum antes de sua desembocadura na veia cava inferior em todos os casos estudados
Descrição
Citação
Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 13, n. 1, p. -, 1998.