Suporte familiar nas epilepsias

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2010-01-01
Autores
Alonso, Neide Barreira [UNIFESP]
Muszkat, Regina Silvia Alves [UNIFESP]
Yacubian, Elza Márcia Targas [UNIFESP]
Caboclo, Luís Otávio Sales Ferreira [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
INTRODUCTION: In the approach of patients with epilepsy, particularly those with clinically refractory seizures, aspects related to the family support of such patients are seldom contemplated. In this article we discuss fundamental concepts such as family and family support, as well as the importance of these concepts in the multidisciplinary treatment of persons with epilepsy. METHODS: The scales that are used for measuring of family support are discussed, with emphasis on the main aspects of each scale. CONCLUSION: Routine use of these scales would allow for an objective analysis of family functioning and support in patients with epilepsy, and thus should be object of future studies, which would enrich the understanding of the impact of epilepsy on families, and would also permit early interventions in dysfunctional families, leading to quality of life improvement.
INTRODUÇÃO: Na abordagem de pacientes com epilepsia, particularmente aqueles com crises refratárias ao tratamento clínico, raramente os aspectos relacionados ao suporte familiar desse pacientes são contemplados. Neste artigo nós discutimos conceitos fundamentais como família e suporte familiar e a importância desses conceitos no tratamento multidisciplinar de pessoas com epilepsia. METODOLOGIA: As escalas para mensuração do suporte familiar são discutidas, destacando-se os principais aspectos abordados em cada uma das escalas. CONCLUSÃO: O uso rotineiro dessas escalas permitiria uma análise objetiva do funcionamento e suporte familiar de pacientes com epilepsia, devendo por isso ser objeto de futuros estudos, que enriqueceriam a compreensão do impacto das epilepsias sobre a família, bem como possibilitariam a intervenção precoce nas famílias disfuncionais, com melhora da qualidade de vida.
Descrição
Citação
Journal of Epilepsy and Clinical Neurophysiology. Liga Brasileira de Epilepsia (LBE), v. 16, n. 4, p. 170-173, 2010.
Coleções