Comparative study of technique to obtain stem cells from bone marrow collection between the iliac crest and the femoral epiphysis in rabbits

Imagem de Miniatura
Data
2009-10-01
Autores
Eça, Lilian Piñero Marcolin
Ramalho, Renata Belmonte
Oliveira, Isis Sousa [UNIFESP]
Gomes, Paulo Oliveira [UNIFESP]
Pontes, Paulo [UNIFESP]
Ferreira, Alice Teixeira [UNIFESP]
Mazzetti, Marcelo Paulo Vaccari [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
PURPOSE: To assess the technique for the collection of rabbit bone marrow stem cells from different regions to be used as an experimental model in regenerative medicine. METHODS: Thirty rabbits were allocated into 2 groups: GROUP A, n=8, animals that underwent bone marrow blood (BMB) harvesting from the iliac crest; and GROUP B: including 22 rabbits that underwent BMB harvesting from the femur epiphysis. After harvesting, mononuclear cells were isolated by density gradient centrifugation (Ficoll - Histopaque). The number of mononuclear cells per ml was counted in a Neubauer chamber and cell viability was checked through Tripan Blue method. RESULTS: Harvesting from the iliac crest yielded an average of 1 ml of BMB and 3,6.10(6) cells/ml over 1 hour of surgery, whereas an average of 3ml of BMB and 11,79.10(6) cells./ml were obtained in 30 min from the femur epiphysis with a reduced animal death rate. CONCLUSION: The analysis for the obtention of a larger number of mononuclear cells/ml from rabbit bone marrow blood was more satisfactory in the femur epiphysis than in the iliac crest.
OBJETIVO: Avaliar a técnica mais promissora para a coleta de células tronco adultas de medula óssea de coelhos para a utilização do mesmo como modelo experimental na medicina regenerativa. MÉTODOS: Foram utilizados 30 coelhos divididos em 2 grupos: GRUPO A, n=8, onde realizamos a coleta de sangue de medula óssea (MO) da crista ilíaca e grupo B, n=22, onde realizamos a coleta de sangue da medula óssea da epífise do fêmur. Após as coletas, realizamos a separação das células mononucleadas através do gradiente de densidade (Ficoll-Hystopaque). Através da câmara de Neubauer realizamos a contagem das células mononucleadas por ml. Testamos a viabilidade celular através do método Tripan Blue. RESULTADOS: Na coleta de sangue de MO na crista ilíaca obtivemos a média de 1 ml durante 1 hora de procedimento cirúrgico, obtendo a quantidade de 3,6 .10(6) células/ml, enquanto que a punção na epífise do fêmur obtivemos a média de 3 ml durante 30 minutos de procedimento cirúrgico obtendo a quantidade de 11,79.10(6) cél./ml diminuindo o óbito dos animais. CONCLUSÃO: A análise para a obtenção de maior número de células mononucleadas/ml de sangue de medula óssea de coelho foi mais satisfatória na região da epífise do fêmur em comparação com a crista ilíaca.
Descrição
Citação
Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 24, n. 5, p. 400-404, 2009.