A compreensão do residente médico em reumatologia no atendimento aos pacientes com fibromialgia

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2009-09-01
Autores
Canzonieri, Ana Maria [UNIFESP]
Pollak, Daniel Feldman [UNIFESP]
Martins, Maria Anita Viviani
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This study focuses on the understanding of rheumatology residents in caring for fibromyalgia patients. The syndrome is difficult to diagnose, and pain is the most important symptom. OBJECTIVES: Understand how residents understand the care, and discover what this care leads to. METHODS: Qualitative study based on hermeneutic phenomenology, with taped individual interviews answering the key question: What does it mean to you to treat fibromyalgia patients? The study analyzed the meanings provided by the residents. The research was performed in three public university hospitals, with second-year medical residents. RESULTS: Care for fibromyalgia patients proved to be a source of frustration, bringing a feeling of powerlessness and indignation; patients suffer from prejudice due to idiosyncrasies, social components, and non-adherence to treatment; the physician needs to be emotionally prepared to provide care - requirements include knowing how to listen and understand the patient-illness relationship; the diagnosis is marked by lack of laboratory confirmation and subjectivity in the work-up; the physician needs support from psychology, and the treatment requires a multidisciplinary team. CONCLUSION: Care is frustrating and generates a feeling of powerlessness. It requires greater psychological preparation during medical training and a more integrated approach between medicine, psychology, and physical therapy.
Este estudo busca a compreensão do residente médico em reumatologia no atendimento ao fibromiálgico. A síndrome é de difícil diagnóstico, e a dor é o fator mais importante. OBJETIVOS: Entender como o residente compreende o atendimento; desvendar o que este atendimento gera. MÉTODOS: Estudo qualitativo baseado na fenomenologia hermenêutica, com entrevista individual, gravada, sobre o tema da interrogação: O que é isto para você: atender o fibromiálgico?. São feitas análises das significações dos residentes. O estudo foi realizado em três hospitais-escola públicos, com todos os residentes médicos do segundo ano. RESULTADOS: O atendimento causa frustração, traz sentimento de impotência e gera indignação; o paciente sofre preconceito devido a idiossincrasias, a componentes sociais e à não adesão ao tratamento; o médico necessita de preparo emocional para atender - são requisitos necessários: saber ouvir e compreender a relação paciente-doença; o diagnóstico é marcado pela falta de comprovação laboratorial e subjetividade da anamnese; o médico necessita do apoio da psicologia, e o tratamento requer uma equipe multidisciplinar. CONCLUSÃO: O atendimento é frustrante e gera sentimento de impotência, sendo preciso maior preparo psicológico na formação médica e uma atuação mais integrada entre medicina, psicologia e fisioterapia.
Descrição
Citação
Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 33, n. 3, p. 393-404, 2009.
Coleções