Engenharia tecidual óssea: desafios e perspectivas para a área dos biomateriais cerâmicos

Show simple item record

dc.contributor.advisor Motisuke, Mariana
dc.contributor.author Torres, Thamires Carvalho
dc.coverage.spatial São José dos Campos pt_BR
dc.date.accessioned 2020-03-13T13:32:32Z
dc.date.available 2020-03-13T13:32:32Z
dc.date.issued 2019-12-04
dc.identifier.uri https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/52065
dc.description.abstract As cerâmicas bioativas, sendo de origem natural ou sintética, têm sido estudadas como biosubstitutos do tecido ósseo. Estes materiais possuem ótimas propriedades in vitro como: biocompatibilidade, osteocondutividade e resistência à corrosão. Possuem uma grande aplicação na engenharia tecidual visto que podem facilitar e promover a proliferação celular e a produção de matriz extracelular durante o processo de regeneração e formação de novos tecidos. Existem propriedades que os biomateriais cerâmicos devem contemplar para que possam ser utilizados para esta aplicação como a taxa de degradação controlada, porosidade e interconectividade dos poros, para que seja possível a adesão e migração celular e a difusão dos nutrientes das células. Nas pesquisas atuais para a engenharia tecidual óssea geralmente são utilizados scaffolds cerâmicos, que são materiais que fornecem suporte para o tráfego de células para que o tecido se forme ou se regenere. Para que a regeneração tecidual óssea seja efetiva, acredita-se que seja necessário que a macro e microestrutura sejam adequadas para que seja possível a reprodução do ambiente in vivo existente e assim permitindo a vascularização. Recentemente verificou-se que, apesar das propriedades utilizadas para a seleção desses materiais serem lógicos e cientificamente comprovados, atualmente não estão em uso clínico. Este trabalho possui como objetivo a realização de uma revisão integrativa acerca das principais propriedades que os biomateriais cerâmicos para que possa ser feita uma discussão acerca do seu uso na engenharia tecidual, possibilitando uma otimização dos novos materiais que serão produzidos. Na revisão integrativa foi realizado um estudo sobre três questões que irão auxiliar na determinação das propriedades e características faltam para que os scaffolds cerâmicos pesquisados atualmente sejam utilizados para regeneração óssea em ensaios clínicos futuramente. Com esse estudo foi possível identificar que futuros estudos devem focar na produção de materiais compósitos e na incorporação de fatores de crescimento e/ou células para os scaffolds, pois com através destes os ensaios clínicos estão obtendo sucesso. pt_BR
dc.format.extent 41 f. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo pt_BR
dc.rights Acesso aberto pt_BR
dc.subject Engenharia tecidual óssea pt_BR
dc.subject Scaffolds pt_BR
dc.subject Biocerâmicas pt_BR
dc.subject Regeneração óssea pt_BR
dc.title Engenharia tecidual óssea: desafios e perspectivas para a área dos biomateriais cerâmicos pt_BR
dc.title.alternative Bone tissue engineering: challenges and prospects for ceramic biomaterials. pt_BR
dc.type Trabalho de conclusão de curso de graduação pt_BR
unifesp.campus Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) pt_BR
unifesp.graduateProgram Não se aplica pt_BR
unifesp.knowledgeArea Outra pt_BR
dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/5921051106324650 pt_BR
dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/0674513067029055 pt_BR
dc.contributor.advisor-co Capelo, Luciane Portas
dc.contributor.advisor-coLattes http://lattes.cnpq.br/8886962185715422 pt_BR
unifesp.departamento Ciência e Tecnologia pt_BR
unifesp.assessoresproreitorias Não se aplica pt_BR
unifesp.graduacao Engenharia de Materiais pt_BR
unifesp.especializacao Não se aplica pt_BR



File

Name: TCC2_TCT_2019 - Mariana Motisuke.pdf
Size: 562.3Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account