Show simple item record

dc.contributor.advisorYokoyama, Leonardo Querobim [UNIFESP]
dc.contributor.authorGonçalves, Kelly Rodrigues [UNIFESP]
dc.coverage.spatialSantos, Instituto do Mar (IMar)pt_BR
dc.date.accessioned2020-03-06T15:40:14Z
dc.date.available2020-03-06T15:40:14Z
dc.date.issued2019-10-21
dc.identifier.citationGONÇALVES, Kelly Rodrigues. Análise da efetividade do uso de índices de qualidade ambiental para gestão de praias arenosas. Estudo de caso da Baixada Santista, São Paulo, Brasil. 2019. 61 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Instituto do Mar, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51985
dc.description.abstractNa região costeira o aumento da população fixa e flutuante vem sendo uma constante, seja em função do turismo, da urbanização (comércios, indústrias e portos) ou até mesmo das estruturas necessárias para comportar a população. Ao tempo que o tamanho populacional e as atividades econômicas crescem e se diversificam, mais alterações são feitas no ambiente natural. Como consequência, tem se impactos como: poluição das águas, solo e ar, pisoteamento e remoção mecânica de sedimento das praias (“limpeza de praia”), construção de emissários submarinos, portos e canais de drenagem. Estes impactos degradam as praias, bem como alteram as comunidades de organismos, podendo ocasionar a diminuição da abundância e riqueza local. Em face disto, diversos estudos vêm sendo guiados para melhorar o gerenciamento do espaço costeiro, muitos deles pautados em índices que mapeiam a qualidade ambiental e recreacional. Neste sentido, este estudo adaptou dois índices presentes na literatura e aplicou para a Baixada Santista (SP), analisando pontualmente cinco praias ao longo das cidades de Santos, Guarujá e Bertioga. Ambos índices mostraram que não há correlação entre a qualidade ambiental e recreacional, mas que é possível pautar-se em um dos índices para gerenciamento e plano de ação em curto e médio prazo, enquanto o outro pode ser usado como índice de efetividade do processo de gestãopt_BR
dc.format.extent61 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectQualidade ambientalpt_BR
dc.subjectPraias arenosaspt_BR
dc.subjectBaixada Santistapt_BR
dc.titleAnálise da efetividade do uso de índices de qualidade ambiental para gestão de praias arenosas. Estudo de caso na Baixada Santista, São Paulo, Brasilpt_BR
dc.typeDissertação de mestradopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campusInstituto do Mar (IMar)pt_BR
unifesp.graduateProgramBiodiversidade e Ecologia Marinha e Costeirapt_BR
unifesp.knowledgeAreaBiodiversidadept_BR
unifesp.researchAreaZoologia de invertebrados e oceanografia biológica (ecologia de praias arenosas e acidificação oceânica)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9743664036286015pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8665461712861520pt_BR
unifesp.departamentoCiências do Marpt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record