Efeito do treinamento resistido na sensibilidade barorreflexa de ratos SHR

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013-12-17
Autores
Borges, Mariana Eiras [UNIFESP]
Orientadores
Medeiros, Alessandra [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Os barorreceptores atuam como reguladores da pressão arterial, sendo sensíveis a modificações na parede dos vasos, conseguem gerar potenciais de ação no sistema nervoso central. A sensibilidade dos barorreceptores pode diminuir em pessoas hipertensas e o treinamento físico pode fazer com que isso não aconteça ou que a sensibilidade volte ao seu normal. Estudos já comprovam essa capacidade quando o treinamento físico é do tipo aeróbio, porém, o efeito do treinamento físico resistido na sensibilidade dos barorreceptores ainda não é conhecido. Ademais, a efetividade do treinamento físico resistido para o tratamento de indivíduos hipertensos ainda é controversa na literatura. No entanto, esse tipo de treinamento é de extrema importância, já que pode promover aumento de força e massa muscular, prevenindo a sarcopenia no idoso. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a sensibilidade barorreflexa em ratos espontaneamente hipertenso (SHR) submetidos a um programa de treinamento físico resistido. Para isso, foram utilizados ratos Wistar (grupo controle) e SHR, divididos em quatro grupos: Wistar sedentário (CS), Wistar treinado (CT), SHR sedentário (HS) e SHR treinado (HT). Os animais treinados foram submetidos a um protocolo de treinamento físico resistido em escada, por 8 semanas, cinco vezes por semana. Durante todo o período experimental a pressão arterial e frequência cardíaca foram acompanhadas um vez por semana, por meio de medida indireta. Após o período experimental, os animais foram submetidos à cateterização artério-venosa com o objetivo de obter um registro direto de pressão arterial pulsátil e frequência cardíaca. O controle barorreflexo da frequência cardíaca foi avaliado através das respostas de bradicardia frente a um estímulo pressor e de taquicardia após um estímulo depressor. Após o período de treinamento físico verificou-se melhora da resposta bradicárdica no grupo HT, porém não houve diminuição da pressão arterial no mesmo grupo, e em relação a frequência cardíaca não foi encontrada diferença significativa
The baroreceptors act as blood pressure regulators. They are sensitive to modificationson the vessel wall and are able to generate action potentials in the central nervous system. The baroreceptors’ sensibility can be decreased on hypertensive individuals, although the physical training can prevent this event or take the sensibility to its regular running. Studies evidence this capacity with aerobic physical training, however, the effect of theresistance physical trainingon the baroreceptors’ sensibility is not known yet. Moreover, the effectiveness of the resistance physical trainingon the treatment of hypertensive individuals is still controversial in the related literature. Nevertheless, this kind of training is extremely important because it can promote the strength and muscle mass improvement, preventing sarcopenia in the elderly. Therefore, the goal of this study was to evaluate the baroreflex sensibility in Spontaneously Hypertense Rats (SHR) put under a program ofresistance physical training. Thereunto, C rats (control group) and SHR were selected and divided in four groups: C Sedentary (CS), C Trained (CT), HSR Sedentary (HS) and SHR Trained (HT). The trained animals were put in a protocol ofresistance physical trainingon ladders, for 8 weeks, 5 times a week. Throughout the experimental period, the blood pressure and heart rate were followed-up once a week, through indirect measuring. After the experimental period, the animals underwent arteriovenous catheterization aiming to obtain a direct register ofblood pressureand heart rate.The baroreflexcontrol of heart rate was evaluated through the responses of bradycardia front of a pressor stimulus and of tachycardia after a depressor stimulus. An increase of the bradycardic response was verified after the physical training period in the HT group, nevertheless there was no decrease in the blood pressure in the same group, and it hasn't been detected any significant difference regarding the heart rate
Descrição
Citação
BORGES, Mariana Eiras. Efeito do treinamento resistido na sensibilidade barorreflexa de ratos SHR. 2013. 39 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2013.