Show simple item record

dc.contributor.advisorBorba, Patrícia Leme de Oliveira [UNIFESP]
dc.contributor.authorLuquete, Camilla Fernandes Passos [UNIFESP]
dc.coverage.spatialISSpt_BR
dc.date.accessioned2020-02-05T14:22:42Z
dc.date.available2020-02-05T14:22:42Z
dc.date.issued2019-12-18
dc.identifier.citationLUQUETE, Camilla Fernandes Passos. Conceitos fundamentais em terapia ocupacional: incursões sobre a produção dos países do sul. 2011. 39 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Terapia Ocupacional) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51930
dc.description.abstractEm todo campo científico-profissional faz se necessário estudos da arte que indiquem os principais investimentos teóricos e práticos, explicitando abordagens e linguagens e como suas aparições vão se dando no bojo de disputas de poderes no interior do próprio campo de conhecimento em Terapia Ocupacional, influenciados pelo tempo histórico em que a produção se situa, onde passa-se a valorizar determinados aportes em detrimento de outros. Frente a isso, o presente estudo dedicou-se a realizar o mapeamento da produção de conhecimento das Terapias Ocupacionais do Sul, observando as palavras-chave empregadas nos artigos científicos bem como os conceitos fundamentais explicitados pelos autores. Com base em uma revisão de mapeamento, recuperamos os artigos com os termos “terapia ocupacional” e “occupational therapy” nas bases de dados Lilacs, Scopus e Web of Science. O conjunto de dados foi utilizado para construir um mapa descritivo da produção de conhecimento sobre terapia ocupacional no período de 2008 a 2018. Dos artigos incluídos na pesquisa foram categorizados e extraídos os seguintes dados: título do artigo, autores, periódico em que foi publicado, país, ano de publicação, base de dados, resumo, palavras-chave e universidade de lotação dos autores. Observa-se uma pulverização do conhecimento nos descritos dos resumos de alguns artigos analisados e grande dispersão de interesses a partir da diversidade de descritores e sua baixa repetição. Nota-se que muitos trabalhos estão centrados no biomédico e algumas pesquisas se utilizam dos conceitos das áreas educacionais, relações de trabalho e políticas públicas. Conhecer o universo da produção científica nos convida a refletir como só coletivamente articulados, a Terapia Ocupacional pode permanecer sua existência no campo de disputa entre os conhecimentos científicos e como categoria profissional.pt_BR
dc.description.abstractIn every scientific-professional field, it is necessary to study the art that indicates the main theoretical and practical investments, clarifying some approaches and languages and how their use are taking place in the midst of power disputes within the field of Occupational Therapy knowledge, influenced by the historical time in which the production is located, where it starts to value certain contributions over others. Given this, the present study was dedicated to map the knowledge production of Southern Occupational Therapies, observing the keywords used in scientific articles as well as the fundamental concepts explained by the authors. Based on a mapping review, we retrieved articles with the terms “terapia ocupacional” and “occupational therapy” from the Lilacs, Scopus, and Web of Science databases. The data set was used to construct a descriptive map of the production of knowledge about occupational therapy from 2008 to 2018. The following data has been categorized and extracted from the articles included in the research, for instance: article title, authors, journal in which it was published, author's country, year of publication, database, abstract, keywords, and university. There is a scattering of knowledge in the described abstracts of some analyzed articles and great dispersion of interests from the diversity of descriptors and their low repetition. It is noted that many works are focused on biomedical and some research works use the concepts of educational areas, labor relations and public policy. Knowing the universe of scientific production invites us to reflect how only collectively articulated, Occupational Therapy can remain its existence in the field of dispute between scientific knowledge and as a professional categoryen
dc.format.extent39 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.subjectOccupational Therapyen
dc.subjectKnowledge productionen
dc.subjectJournalsen
dc.subjectScientific Publicationen
dc.subjectTerapia Ocupacionalpt
dc.subjectProdução de conhecimentopt
dc.subjectPeriódicospt
dc.subjectPublicações de Divulgação Científicapt
dc.titleConceitos fundamentais em terapia ocupacional: incursões sobre a produção dos países do sulpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9569328458845716pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4193205735379897pt
dc.contributor.advisor-coBianchi, Pamela Cristina [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coLatteshttp://lattes.cnpq.br/5871384066503541pt_BR
unifesp.departamentoGestão e Cuidados em Saúdept_BR
unifesp.graduacaoTerapia Ocupacionalpt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record