A influência de um programa de educação na qualidade de vida do indivíduo com asma

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2017
Autores
Souza, Sandrelle Maria da Silva [UNIFESP]
Orientadores
Yamauchi, Liria Yuri [UNIFESP]
Tipo
Trabalho de conclusão de curso de graduação
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introdução: Definida como uma doença inflamatória crônica, a asma provoca hiperresponsividade das vias aéreas inferiores, limitando o fluxo aéreo, e provocando episódios de tosse, sibilos e dispneia. Os recentes dados epidemiológicos da asma no Brasil mostram uma prevalência de aproximadamente 10%. Tendo em vista a importância da conscientização e orientação da população asmática sobre o que é a doença, formas de tratamento, evolução e exercícios respiratórios, este estudo busca avaliar o impacto de um plano de educação elaborado por estudantes de fisioterapia, na qualidade de vida de pessoas com asma. Objetivo: Avaliar a qualidade de vida do indivíduo asmático antes e após um programa de educação específico. Métodos: O presente estudo, trata-se de um estudo de coorte prospectivo, visa analisar a melhora da qualidade de vida de pacientes asmáticos, submetidos a um programa de educação voltado à doença. Programa aplicado em indivíduos com diagnóstico confirmado de asma. O estudo delineou o perfil do indivíduo com asma em relação as características demográficas, clinicas, funcionais e de qualidade de vida, por meio de questionários ACT, ACQ-7 e SGRQ foram aplicados pré e pós-programa de educação direcionado. Resultados: Foram analisados 6 indivíduos asmáticos, sendo apenas um homem, média (DP) de idade 41 (±12), 17 (±3,5) média de escores do ACT, ACQ-7 (2 participantes apresentaram asma parcialmente controlada, 2 apresentaram asma controlada e 2 apresentaram asma mal controlada), 3 indivíduos apresentaram espirometria normal, média dos escores do SGRQ antes e pós programa de educação, respectivamente: sintomas (30,9) e (32,1), atividades (17,3) e (20,2), impacto (11,5) e (14,4), total (16,5) e (19,1). Conclusão: No presente estudo não observamos alteração da qualidade de vida dos asmáticos após o programa de educação. Provavelmente, a pequena amostra e o período curto entre as avaliações podem ter contribuído para este resultado
Introduction: Defined as a chronic inflammatory disease, asthma causes hyperresponsiveness of the lower airways, limiting airflow, and causing episodes of coughing, wheezing, and dyspnea. Recent epidemiological data on asthma in Brazil show a prevalence of approximately 10%. Considering the importance of the awareness and orientation of the asthmatic population on what is the disease, forms of treatment, evolution and respiratory exercises, this study seeks to evaluate the impact of an educational plan elaborated by physiotherapy students, in the quality of life of people with asthma. Objective: To evaluate the quality of life of the asthmatic individual before and after a specific education program. Methods: The present study is a prospective cohort study aimed at analyzing the improvement in the quality of life of asthmatic patients undergoing a disease-oriented education program. Program applied in individuals with confirmed diagnosis of asthma. The study outlined the profile of the individual with asthma in relation to the demographic, clinical, functional and quality of life characteristics, through ACT questionnaires, ACQ-7 and SGRQ were applied before and after directed education program. Results: Six asthmatic subjects were analyzed, with a mean age (SD) of 41 (± 12), 17 (± 3.5) mean ACT scores, ACQ-7 (2 participants had partially controlled asthma, 2 (30.9) and (32.1), activities (17.3%), and (2) and (20.2), impact (11.5) and (14.4), total (16.5) and (19.1). Conclusion: In the present study we did not observe changes in the quality of life of asthmatics after the education program. Probably the small sample and the short period between evaluations may have contributed to this result
Descrição
Citação
SOUZA, Sandrelle Maria da Silva. A influência de um programa de educação na qualidade de vida do indivíduo com asma. 2017. 44 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2017.
Coleções