Show simple item record

dc.contributor.advisorVidotto, Milena Carlos [UNIFESP]
dc.contributor.authorRodrigues, Vitória Caroline [UNIFESP]
dc.coverage.spatialSantospt_BR
dc.date.accessioned2019-11-29T14:31:09Z
dc.date.available2020-01-01
dc.date.available2019-11-29T14:31:09Z
dc.date.issued2017
dc.identifier.citationRODRIGUES, Vitória Caroline. Avaliação do nível de atividade física em indivíduos asmáticos: estudo piloto. 2017. 36 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Fisioterapia) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2017.pt
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51674
dc.description.abstractIntrodução: A asma é uma doença crônica, de caráter inflamatório, que acomete e causa a hiperresponsividade das vias aéreas. Indivíduos com asma podem ter um baixo nível de atividade física na vida diária (AFVD) devido ao receio de desencadear uma crise durante a prática de atividade física, fator que está associado ao aumento da hiperresponsividade brônquica. Objetivo: Analisar a capacidade funcional, o nível de AFVD e o nível de controle da doença em indivíduos com asma. Além de investigar a relação do nível de AFVD e da capacidade funcional com o controle da doença. Materiais e métodos: Foram avaliados 9 voluntários com asma que responderam o Questionário de controle da asma (ACT), para avaliar o nível de controle da doença. Foi realizada a espirometria antes e após o uso do broncodilatador e analisadas a CVF, VEF1 e a relação VEF1/CVF. O nível de AFVD foi avaliado pela versão curta do Questionário internacional de atividade física (IPAQ) e por meio do uso de um acelerômetro triaxial. Os participantes foram submetidos ao Incremental Shuttle Walking Test (ISWT) e foram quantificados antes e após o teste: o esforço respiratório e a fadiga dos membros inferiores (escala de Borg), a frequência cardíaca, a saturação de oxigênio e a pressão arterial. Resultados: A pontuação média do ACT foi de 14,7 (±5,1). Todos os indivíduos foram considerados insuficientemente ativos pela avaliação da acelerometria. Houve correlação entre maiores pontuações obtidas no ACT e maiores distâncias percorridas no ISWT (r=0,52 e p=0,18). Conclusão: Nos indivíduos avaliados neste estudo observamos redução do nível de AFVD, porém com discrepância em relação aos instrumento utilizados. Observamos também relação entre a capacidade funcional e o controle da asma, sendo que apenas metade dos indivíduos apresentaram a doença considerada controladapt_BR
dc.description.abstractIntroduction: Asthma is a chronic, inflammatory disease that affects and causes hyperresponsiveness of the airways. Individuals with asthma may have a low level of physical activity in daily life due to the receipt of triggering a crisis during a physical activity practice, a factor that is associated with increased bronchial hyperresponsiveness. Objective: To analyze the functional capacity, physical activity in daily life and and the level of disease control in individuals with asthma. In addition to investigating the relationship between the level of physical activity in daily life and functional capacity with disease control. Materials and methods: We evaluated 9 volunteers with asthma who answered the Class Control Questionnaire (ACT) to assess the level of disease control. Spirometry was performed before and after bronchodilator use and FVC, FEV1 and FEV1 / FVC were analyzed. The level of physical activity in daily life was assessed by the short version of the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) and by the use of a triaxial accelerometer. The participants were submitted to the Incremental Shuttle Walking Test (ISWT) and were quantified before and after the test: respiratory effort and fatigue of the lower limbs (Borg scale), heart rate, oxygen saturation and blood pressure. Results: The ACT mean score was 14.7 (± 5.1). All subjects were considered insufficiently active by the evaluation of accelerometry. There was a correlation between higher scores obtained in the ACT and greater distances covered in the ISWT (r = 0.52 and p = 0.18). Conclusion: In the individuals evaluated in this study we observed a reduction in the level of physical activity in daily life, but with a discrepancy in relation to the instruments used. We also observed a relation between functional capacity and asthma control, with only half of the individuals presenting the disease considered as controlled.en
dc.format.extent36 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.subjectAsmapt_BR
dc.subjectTeste de caminhadapt_BR
dc.subjectExercíciopt_BR
dc.subjectAsthmaen
dc.subjectWalk testen
dc.subjectExerciseen
dc.titleAvaliação do nível de atividade física em indivíduos asmáticos: estudo pilotopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
unifesp.knowledgeAreaPromoção, prevenção e reabilitação em saúdept_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0125797494510051pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0334734747375995pt_BR
unifesp.departamentoCiências do Movimento Humanopt_BR
unifesp.graduacaoFisioterapiapt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record