Show simple item record

dc.contributor.advisorDiniz, Tânia Maria Ramos de Godoi [UNIFESP]
dc.contributor.authorDonzalisky, Rafaelle Reis [UNIFESP]
dc.date.accessioned2019-10-14T17:22:42Z
dc.date.available2019-10-14T17:22:42Z
dc.date.issued2018
dc.identifier.citationDONZALISKY, Rafaelle Reis. Contra a institucionalização da loucura: O papel do Teatro do Oprimido no resgate da cidadania do usuário da saúde mental. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Serviços Sociais) – Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2018.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51549
dc.description.abstractEste trabalho de conclusão de curso é resultado de pesquisa bibliográfica,baseada em literaturasobre a saúde mental, em livros e artigos científicos provenientes de bibliotecas convencionais e virtuais, bem como no conhecimento empírico da autora sobre o uso do Teatro do Oprimido contra a institucionalização no campo da saúde mental. Objetiva-se conhecer a evolução histórica da política de saúde mental noBrasil, abordar alguns elementos inerentes da sociedade capitalista que contribuem para o adoecimento mental, bem como apreender a relevância da arte como prática terapêutica e ferramenta potencializadora no resgate da cidadania do usuário da saúde mental. Vimos que o teatro do oprimido tem caráter pedagógico, sua base teórica é a pedagogia do oprimido de Paulo Freire, na qual a premissa principal é o aprendizado do sujeito a partir da sua realidade, estimulando a sua reflexão crítica que possibilita uma ação transformadora, e por esse motivo é um elemento importante contra a institucionalização. Esta pesquisa tem uma abordagem voltada também para atuação do (a) assistente social na sua prática profissional, destacando a dimensão pedagógica da profissão e a possibilidade de construir, junto aos usuários, estratégias contra hegemônicas dentro dos espaços. Por fim, pretende-se apresentar o Teatro do Oprimido como estratégia de enfrentamento à lógicainstitucionalizante da loucura, por meio do fortalecimento das potencialidades humanas dos próprios usuáriospt
dc.format.extent50 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectTeatro do oprimidopt
dc.subjectSaúde mentalpt
dc.subjectServiço Socialpt
dc.titleContra a institucionalização da loucura: O papel do Teatro do Oprimido no resgate da cidadania do usuário da saúde mental.pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduação
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.identifier.fileTCC SS Rafaelle Reis.pdf
unifesp.campusSantos, Instituto Saúde e Sociedade (Curso de Serviço Social)pt
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0843643148488988


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record