Guilherme De Almeida Em Revistas: A Poesia Publicada Nos Periódicos Modernistas

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2017-03-20
Autores
Santos, Andre Felipe Barbosa Da Silva [UNIFESP]
Orientadores
Abreu, Mirhiane Mendes De [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The debate concerning the role of the literary journals as an essential part of the modernism movement in Brazil has received more attention from the contemporary literary criticism. Based on that, the study of the literature produced and released through the magazines allows us to realize how the artists comprehended the values of the modernity in the beginning of the twentieth century as well as they put them into broader circulation. Therefore, the aim of this M. A. thesis consists of collecting and analyzing fourteen poems written by Guilherme de Almeida (1890-1969) and originally published in eight literary journals from the southeast region, between 1922 and 1929: Klaxon (1922-23), Árvore Nova (1923), Estética (1924-25), A Revista (1926), Terra roxa e outras terras (1926), Verde (1927), Revista de Antropofagia (1928) and Movimento Brasileiro (1929). The analyses point to compositions that would promote the rhythm as a poetic manifestation. Thus, this research emphasizes new possibilities of reading and interpretation manifested throughout the relationship established between the texts in the magazines.
O debate acerca do papel das revistas literárias como parte essencial do movimento modernista no Brasil tem recebido atenção mais cuidadosa da crítica literária contemporânea. Com base nisso, o estudo da literatura produzida e veiculada por meio de periódicos abre espaço para que possamos entender como os artistas compreenderam os valores da modernidade no início do século XX e os colocaram em circulação mais ampla através desses veículos. Nesse sentido, o objetivo desta dissertação de mestrado consiste em reunir e analisar quatorze poemas escritos por Guilherme de Almeida (1890-1969) e publicados em oito revistas literárias da região sudeste, entre os anos de 1922 e 1929: Klaxon (1922-23), Árvore Nova (1923), Estética (1924-25), A Revista (1926), Terra roxa e outras terras (1926), Verde (1927), Revista de Antropofagia (1928) e Movimento Brasileiro (1929). As análises apontam para composições que elegeriam o ritmo como manifestação poética. A pesquisa destaca, ainda, novas possibilidades de leitura e interpretação proporcionadas através da relação estabelecida entre os textos nas páginas das revistas.
Descrição
Citação
Coleções