Show simple item record

dc.contributor.advisorFegadolli, Claudia [UNIFESP]
dc.contributor.authorSilva, Barbara Barros [UNIFESP]
dc.date.accessioned2019-06-19T14:58:01Z
dc.date.available2019-06-19T14:58:01Z
dc.date.issued2017-09-27
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5522814pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50508
dc.description.abstractIntroduction: Pharmaceutical care services have been recognized as a model of professional pharmaceutical practice allowing identification and intervention on drug-related problems, integrating drug users and staff as active subjects in health decision-making. It brings improvements in clinical parameters and reduces direct and indirect costs to health systems. However, pharmaceutical care service implementation is complex and difficult. In this scenario, however, there are experiences that seem to advance the effectiveness of Pharmaceutical Care, such as the pharmacy service of the Paulista Institute of Geriatrics and Gerontology (IPGG). Objective: Study how IPGG pharmaceutical care service implementation occurs. Materials and methods: This is a case study, constructed in quantitative and qualitative data sources, using document analysis, participant observation and interviews. Qualitative material content was analyzed thematically and quantitative data was described with central tendency measures. Results and Discussion: Three themes proved to be fundamental for the service implementation process: Context, Mechanisms for Pharmaceutical Care vibilization and Pharmaceutical Care consolidation. Pharmaceutical care service implementation context favored interdisciplinary relationships development and service systematization, since it is a training institution in continuing education of professionals. Adaptation of medications access strategic actions were necessary to enable the service and won team trust, opening space for pharmaceutical work. Conclusion: Pharmaceutical care service implementation process the in the IPGG was done in a strategic way. Contextual elements was used to construct a different pharmaceutical care model comparing the idealized one, it supplies the health needs and inserts the pharmacist in the production of the care, resulting in professional visibility and recognition of different roles in the team.en
dc.description.abstractIntrodução: Os serviços de atenção farmacêutica têm sido reconhecidos e valorizados como modelo de prática profissional farmacêutica por permitir a identificação e intervenção sobre problemas relacionados a medicamentos, integrando a equipe e os usuários de medicamentos como sujeitos ativos nas tomadas de decisões sobre a saúde. Traz melhorias em parâmetros clínicos e reduz custos diretos e indiretos para os sistemas de saúde. Contudo, a implementação desse serviço é complexa e dificultosa. Nesse cenário, no entanto, há experiências que parecem avançar na efetivação da Atenção Farmacêutica, como o serviço de farmácia do Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG). Objetivo: Estudar como ocorre a implementação de serviço de atenção farmacêutica no IPGG. Materiais e métodos: Trata-se de estudo de caso, construído com dados quantitativos e qualitativos que teve como fontes de dados análise de documentos, observação participante e entrevistas. O conteúdo do material qualitativo foi analisado tematicamente e os dados quantitativos descritos com medidas de tendência central. Resultados e Discussão: Três temas revelaram-se fundamentais para o processo de implementação do serviço: Contexto, mecanismos de viabilização da atenção farmacêutica e consolidação da atenção farmacêutica. O contexto da implementação do serviço de atenção farmacêutica favoreceu o desenvolvimento de relações interdisciplinares e de sistematização do serviço, por ser uma instituição formadora em educação continuada de profissionais. As ações estratégicas para adequação do acesso ao medicamento foram necessárias para viabilizar o serviço e conquistaram a confiança da equipe, abrindo espaço para atuação das farmacêuticas. Conclusão: O processo de implementação do serviço de atenção farmacêutica no IPGG foi conduzido de forma estratégica. Aproveitaram-se de elementos contextuais para construção de um modelo diferente do idealizado para a atenção farmacêutica, mas que supre as necessidades em saúde e que insere o farmacêutico na produção do cuidado, resultando em visibilidade e reconhecimento para papéis diferentes desse profissional na equipe.pt
dc.format.extent117 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectPharmaceutical careen
dc.subjectOrganizational innovationen
dc.subjectProgram evaluationen
dc.subjectAgeden
dc.subjectPatient care teamen
dc.subjectPreservaçãopt
dc.subjectArquitetura ecléticapt
dc.subjectBolsa do Café (Santos-SP)pt
dc.subjectArte móvelpt
dc.subjectArte integradapt
dc.titleImplementação da Atenção Farmacêutica no SUS: um estudo de casopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.identifier.file2017-0660.pdf
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2017)
unifesp.campusInstituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF)pt
unifesp.graduateProgramCiências Farmacêuticaspt
unifesp.knowledgeAreaBiociências, Saúde e Tecnologiapt
unifesp.researchAreaDesenvolvimento e Inovação Farmacêuticapt


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record