Analysis of antimicrobials' consumption profile in a University Hospital of Western Paraná, Brazil

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2009-06-01
Autores
Caldeira, Luciane de Fátima [UNIFESP]
Burattini, Marcelo Nascimento [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The objective of this study was to analyze the variation in antimicrobials' consumption and the costs related to their use at a University Hospital between 1999 and 2004. The annual consumption of nine antimicrobials, expressed in DDD/100 patients-day, and the direct costs with their acquisition were evaluated. Analysis of variance and regression techniques were used to compare data, considering a significance level of 5%. The most consumed antimicrobials were amikacin and ceftriaxone. In general, antimicrobials consumption, expressed in DDD/100 patients-day, increased from 9.21 in 1999 to 25.08 in 2004 (p<0.0001). When analyzing antimicrobial consumption as related to specific hospital units, the ICU showed the highest consumption followed by Chemotherapy and Medical Clinical units, respectively. In addition, the number of patients-day increased from 2671/month in 1999 to 3502/month in 2004, p<0.0001. As a consequence, total expenditure with antimicrobials increased from R$ 98.89 per 100 patients-day in 1999 to R$ 731.26 in 2004, p<0.0001. Between 1999 and 2004 significant increases in both consumption and financial expenditure with antimicrobials were observed.
O trabalho teve por objetivo analisar a variação do consumo e gastos financeiros com antimicrobianos em Hospital Universitário entre 1999 e 2004. Analisou-se 9 antimicrobianos, sendo o consumo expresso em DDDs/100 pacientes-dia e o preço médio de compra obtido do relatório da farmácia hospitalar. As variações anuais no consumo, o consumo por tipo de unidades de internação e gastos com cada antimicrobiano foram estudadas por análise de variância. Adotou-se 5% como limiar de significância. Os antimicrobianos mais consumidos no período foram amicacina e ceftriaxona. Observou-se aumento no consumo dos antimicrobianos selecionados de 9,21 DDDs/100 pacientes-dia em 1999 para 25,08 em 2004 (p<0,0001). Entre as unidades de internação, a UTI apresentou o maior consumo médio, seguindo-se as unidades de Quimioterapia e Clínica Médica. A média mensal de pacientes-dia atendidos aumentou de 2671 em 1999 para 3502 em 2004 (p<0,0001). Observou-se aumento significativo nos gastos totais com antimicrobianos no período (R$ 98,89 x R$ 731,26 por 100 pacientes-dia entre 1999 e 2004, p<0,0001). Observou-se aumento significativo tanto na utilização quanto no gasto financeiro por 100 pacientes-dia diretamente relacionado à aquisição dos antimicrobianos estudados.
Descrição
Citação
Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences. Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, v. 45, n. 2, p. 295-302, 2009.
Coleções