As Ações Da Educação Permanente Para O Sus - Análise Do Processo De Implantação Em Uma Região Da Grande São Paulo

As Ações Da Educação Permanente Para O Sus - Análise Do Processo De Implantação Em Uma Região Da Grande São Paulo

Author Carotta, Flavia Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Puccini, Rosana Fiorini Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar Em Ciências Da Saúde
Abstract The National Policy of Permanent Education in Health, implemented by the Ministry of Health (MS) in 2004, sought to transform the way in which the training and qualification of the Nacional Health System (SUS) professionals were developed. Permanent Education in Health (EPS), as a transformative action, is based on the principle of meaningful learning and the problematization of local realities. EPS represents an important change in conceptions and training practices of health service workers, reversing the logic of the process and incorporating teaching and learning into the daily life of organizations. The practice of comanagement and creation of powerful collective spaces, strengthens the subjects and enables the construction of institutional democracy. Objective: to analyze the development of the policy of permanent education in health in a health region of the Metropolitan Region of São Paulo, based on the analysis of the functioning of its Permanent Education Nucleus (NEP), considering the perception of health professionals who participated in the education actions offered by it. Methods: case study with the components: documentary analysis of minutes and documents of the NEP; analysis of the perception of managers and professionals participating in educational actions, through content analysis of online questionnaires and transcripts of meetings of a focus group. Results and discussion: The functioning of the NEP was strongly influenced by the movements triggered by the MS and by the State Health Department of São Paulo. The multiple interpretations of the concept of EPS and the financing of professional qualification projects in the hour-class payment logic led to a reproduction of the model of continuing education provision in the region. The educational actions offered by the NEP used combined strategies; from the conceptual offer, more present in traditional teaching methodologies; as well as others closer to active teaching-learning methodologies such as: sharing of experiences; reflection-critical of everyday practice; discussion on work processes; and projects applications. Content analysis of the questionnaires and the focus group resulted in two sense nuclei: Participants' perception of the EPS concept; and the possibility of change in the practice of professionals from participation in educational action. The first nucleus presents two categories: EPS as a continuous process of formation; and EPS as a reflectioncritical space of work processes. The presence of these two strands was justified by the NEP's own way of acting. About the change in the practice of professionals, there was a graduation of possibilities: the non-perception of change; change perceived only as knowledge acquisition; change in professional practice, health services; or more broadly in scopemanagement. The possibility of professional transformation was related to the methodology used, showing that the teaching-learning process in adults requires an action-reflection-action movement, which Freire affirmed to be the viable path for the constant transformation of practice, through criticality and action. Considerations: from this work, questions arise about the limits and possibilities of the NEP to mobilize its participants to transform their daily life and their practice, continually questioning and always learning.

A Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, implantada pelo Ministério da Saúde (MS) em 2004, buscou transformar a maneira como eram desenvolvidas as ações de formação e qualificação dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). Educação Permanente em Saúde (EPS), como ação transformadora, baseia-se no princípio da aprendizagem significativa e da problematização das realidades locais. A EPS representa uma importante mudança nas concepções e nas práticas de capacitação dos trabalhadores dos serviços, invertendo a lógica do processo e incorporando o ensino e a aprendizagem à vida cotidiana das organizações. A prática da cogestão e criação de espaços coletivos potentes, fortalece os sujeitos e possibilita a construção da democracia institucional. Objetivo: analisar o desenvolvimento da política de educação permanente em saúde em uma região de saúde da Região Metropolitana de São Paulo, a partir da análise do funcionamento de seu Núcleo de Educação Permanente (NEP), considerando a percepção dos profissionais de saúde que participaram das ações educativas ofertadas por ele. Métodos: estudo de caso com os componentes: análise documental de atas e documentos do NEP; análise da percepção de gestores e profissionais participantes das ações educativas, por meio da análise de conteúdo de questionários online e das transcrições de encontros de um grupo focal. Resultados e discussão: O funcionamento do NEP sofreu forte influência dos movimentos desencadeados pelo MS e pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. As múltiplas interpretações do conceito de EPS e o financiamento de projetos de qualificação profissional na lógica de pagamento hora-aula, levaram a uma reprodução do modelo de oferta de educação continuada na região. As ações educativas ofertadas pelo NEP utilizaram estratégias combinadas; desde a oferta conceitual, mais presente nas metodologias tradicionais de ensino; como outras mais próximas das metodologias ativas de ensinoaprendizagem como: compartilhamento de experiências; reflexão-crítica da prática cotidiana; discussão sobre processos de trabalho; e elaboração de projetos aplicativos. A análise de conteúdo dos questionários e do grupo focal resultou em dois núcleos de sentido: A percepção dos participantes sobre o conceito de EPS; e a possibilidade de mudança na prática dos profissionais a partir da participação na ação educativa. O primeiro núcleo apresenta duas categorias: EPS como processo contínuo de formação; e EPS como espaço de reflexão-crítica dos processos de trabalho. A presença dessas duas vertentes justificou-se pela própria forma de atuação do NEP. Com relação à mudança na prática dos profissionais, houve uma graduação de possibilidades: a não percepção da mudança; mudança percebida apenas comoaquisição de conhecimento; mudança na prática profissional, dos serviços de saúde; ou mais amplamente no âmbito da gestão. A possibilidade de transformação dos profissionais esteve relacionada com a metodologia utilizada, mostrando que o processo de ensino-aprendizagem em adultos exige um movimento de ação-reflexão-ação, Freire afirmou ser o caminho viável para a constante transformação da prática, por meio da criticidade e da ação. Considerações: a partir deste trabalho, surgem questões sobre os limites e possibilidades do NEP para mobilização de seus participantes visando transformar seu cotidiano e sua prática, questionando-se continuamente e aprendendo sempre.
Keywords Education
Continuing
Credentialing
Unified Health System
Public Health
Case Studies
Educação Permanente
Qualificação Profissional Em Saúde
Sistema Único De Saúde
Saúde Coletiva
Estudos De Casos
Language Portuguese
Date 2017-10-20
Research area Ciências Humanas, Sociais E Saúde
Knowledge area Promoção, Prevenção E Reabilitação Em Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 66p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5629320
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50283

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account