Caracterização da mucilagem de sementes de chia para potencial uso em oftalmologia

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2017-04-28
Autores
Ragazzi, Raul Diniz [UNIFESP]
Orientadores
Freitas, Denise De [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado profissional
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Having in view its viscosity, obtained from the mucilage, a very low toxicity and their physico-chemical characteristics, it was noticed that the use of possible vehicles for ophthalmological use of drugs could be taken into account, knowing that in ophthalmology, the use of viscous products - particularly topical - has great value at time of contact with the ocular surface. In this sense, the present study deals with the development of a method for characterization and analysis. Its use as a vehicle of oral medications is also widely known as bases for syrups and laxatives, due to the property to provide an indigestible residue, to increase fecal bulk and stimulate peristalsis The mucilage found in the seeds of chia it is a source of fatty acids, omega 3, antioxidants, proteins, vitamins, minerals and dietary fiber. When these dry seeds are added to water, a highly viscous solution is generated due to the release of mucilage and high molecular weight carbohydrates, with wide application in food industry and pharmaceuticals. This project was conceived on the basis of the characterization and analysis of extracted mucilage chia seed (Salvia hispanica L.). Toxicity tests, eye irritation and corrosion properties were assessed for the safety of the product, which also underwent an analysis for its characterization, demonstrating their structural and functional characteristics. In tests no toxicity, irritability or corrosion properties and its characterization and structural and functional characteristics was demonstrated. For the first time was evaluated chia seed for possible use in ophthalmology. The toxicity studies, irritability and corrosion properties as well as characterization of the product were consensus and consistent with the literature. It has been shown by the tests mentioned above that chia has great potential for use in ophthalmology.
Tendo-se em vista sua viscosidade, obtida a partir da mucilagem, sua baixíssima toxicidade e suas características físico-químicas, percebeu-se que a utilização em possíveis veículos para fármacos de uso oftalmológico poderia ser levada em consideração, sabendo-se que, na oftalmologia, o emprego de produtos viscosos – principalmente de uso tópico – tem grande valia pelo tempo de contato com a superfície ocular. Nesse sentido, o presente estudo trata do desenvolvimento de um método de caracterização e análise. Sua utilização como veículo em medicamentos de uso oral também já é amplamente conhecida, como em bases para xaropes e laxantes, devido à propriedade de fornecer um resíduo não digerível, de aumentar o volume fecal e de estimular o peristaltismo. A mucilagem encontrada nas sementes de chia é fonte de ácidos graxos, ômega 3, antioxidantes, proteínas, vitaminas, minerais e fibra dietética. Quando essas sementes secas são acrescidas de água, é gerada uma solução altamente viscosa devido à liberação de mucilagens e carboidratos de peso molecular elevado, com ampla aplicação na indústria de alimentos e fármacos. Este projeto foi idealizado em função da caracterização e da análise da mucilagem extraída da semente de chia (Salvia hispanica L.). Testes de toxidez, irritabilidade ocular e corrosão ocular foram avaliados, visando à segurança do produto, que também passou por uma análise para sua caracterização, demonstrando suas características estruturais e funcionais. Nos testes realizados, não houve toxidez, irritabilidade ou corrosão ocular; sua caracterização e suas características estruturais e funcionais foram demonstradas. Pela primeira vez, foi avaliada a semente de chia para possível uso em oftalmologia. Os estudos de toxidez, irritabilidade e corrosão ocular, assim como a caracterização do produto foram de consenso e compatíveis com a literatura. Foi demonstrado, pelos testes acima citados, que a chia tem grande potencial para uso em oftalmologia.
Descrição
Citação
RAGAZZI, Raul Diniz. Caracterização da mucilagem de sementes de chia para potencial uso em oftalmologia. 2016. 59 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia, Gestão e Saúde Ocular) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2016.