Residência Médica Em Centro De Atenção Psicossocial: Reflexões Sobre Uma Formação Singular Em Psiquiatria Santos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2017-11-07
Autores
Unzueta, Leandro Bernardello [UNIFESP]
Orientadores
Uchôa-Figueiredo, Lúcia da Rocha [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Inaugurated in 2014 in the city of São Bernardo do Campo, a medical residency in psychiatry with a unique format until then, which is developed entirely within the scope of psychiatric reform, using the units of the Psychosocial Attention Network (RAPS) as training spaces. In addition, it is also a medical residency associated with a Municipal Health Department and not a Higher Education Institution (HEI), a unique difference that brings important singularities to the formation. The main objective of this research is to analyze and discuss the training experience of these residents through the analysis of their respective discourses. For this, semi-structured interviews were conducted with all residents of the first and second year, and the first academic year was given almost exclusively in a Psychosocial Care Center (CAPS). The collected data were analyzed using Discourse Analysis, in an attempt to identify contradictory, contrasting or similar meanings of dispute or partnership, thus evidencing the discursive positioning of the residents and their learning in the course of their experience. It is based on the hypothesis that there are differences between the traditional medical training, based on the guidelines of the Flexner Report, with the training model experienced in the CAPS that differs by its structure and practice. The results point out that a CAPS training provides greater challenges, as well as greater opportunities for learning and reflection according to the present characteristic elements, which we tried to highlight in this research. As a consequence, there is a training model that provides the psychiatrist with a broader perception of health users, as well as a more critical perspective on their actions.
Inaugurou em 2014 na cidade de São Bernardo do Campo, uma residência médica em psiquiatria com um formato singular até então, que se desenvolve inteiramente no âmbito da reforma psiquiátrica, se utilizando das unidades da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) como espaços de formação. Além disso, também é uma residência médica associada a uma Secretaria Municipal de Saúde e não a uma Instituição de Ensino Superior (IES), diferença ímpar que traz singularidades importantes para a formação. O objetivo principal desta pesquisa é analisar e discutir a experiência de formação desses residentes através da análise de seus respectivos discursos. Para tal foram realizadas entrevistas semiestruturadas com todos os residentes do primeiro e do segundo ano, sendo que o primeiro ano letivo se deu quase que exclusivamente em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Os dados coletados foram analisados utilizando-se da Análise de Discurso, na tentativa de identificar sentidos contraditórios, contrastantes ou similares, de disputa ou parceria, que evidenciem assim, o posicionamento discursivo dos residentes e seu aprendizado no decorrer de sua experiência. Parte-se da hipótese de que existe diferenças entre a formação médica tradicional, pautada nas diretrizes do Relatório Flexner, com o modelo de formação vivenciado no CAPS que difere por sua estrutura e prática. Os resultados apontam que uma formação em CAPS proporciona maiores desafios, assim como maiores oportunidades de aprendizado e reflexão de acordo com os elementos característicos presentes, os quais tentou-se destacar nessa pesquisa. Como consequência tem-se um modelo de formação que propicia para o futuro psiquiatra uma percepção mais ampla do usuário de saúde, assim como uma perspectiva mais crítica de suas ações.
Descrição
Citação