Show simple item record

dc.contributor.advisorFerretti, Eliana Chaves [UNIFESP]
dc.contributor.authorCuri, Haidar Tafner [UNIFESP]
dc.coverage.spatialSantospt_BR
dc.date.accessioned2019-04-15T19:39:09Z
dc.date.available
dc.date.available2019-04-15T19:39:09Z
dc.date.issued2018-12-11
dc.identifierhttps://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2526-89102020000300999&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt
dc.identifier.citationCURI, Haidar Tafner. Revisão integrativa: Biomecânica da propulsão em cadeira de rodas manual de usuários com paraplegia devido à lesão medular. 2018. 32f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Terapia Ocupacional) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2018.pt
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49818
dc.description.abstractIntrodução: Indivíduos com lesão medular (LM) do tipo paraplegia realizam propulsão por meio da cadeira de rodas manual (CRM) como recurso alternativo, a fim de promover mobilidade e realizar as atividades da vida cotidiana com maior independência e autonomia. No entanto, a inadequada configuração da cadeira de rodas, assim como o uso prolongado dos membros superiores (MMSS), pode afetar a eficiência da propulsão. Objetivo: Sendo assim, o presente estudo incorporou a metodologia da revisão integrativa para identificar e avaliar estratégias baseadas em níveis de evidências sobre a biomecânica da propulsão em CRM de usuários com paraplegia devido à LM. Método: Foi realizado uma busca de estudos sobre a biomecânica da propulsão em cadeira de rodas manual de usuários com paraplegia devido à lesão medular nas bases de dados eletrônicas PubMed, LILACS e SciELO, entre os anos de 2008 a 2018. Resultados: No total, foram encontrados 64 estudos, sendo que, destes, nove constituíram a amostra final da revisão. Dois estudos foram classificados como nível III-2 de evidência. Enquanto, sete estudos foram classificados como nível IV. As evidências indicam que para realizar uma propulsão eficiente e evitar a demanda excessiva ou sobrecarga dos membros superiores é preciso considerar: a velocidade da mão/punho ao aro de propulsão, a posição da liberação da mão durante o impulso, o tamanho do encosto, a manutenção do peso corporal, o nível de atividade diária, a intensidade da propulsão, a posição dos membros superiores durante a fase de impulso e o tempo de lesão. Conclusão: A fim de proporcionar aos usuários de cadeira de rodas uma propulsão eficiente, os profissionais da área de saúde devem considerar a relação entre a técnica de propulsão, configuração da cadeira de rodas, características do usuário e fatores que podem causar dores e lesões nos MMSSpt_BR
dc.format.extent32 f.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso abertopt_BR
dc.subjectPropulsãopt_BR
dc.subjectCadeira de rodaspt_BR
dc.subjectParaplegiapt_BR
dc.subjectLesão medularpt_BR
dc.subjectBiomecânicapt_BR
dc.subjectPrática baseada em evidênciaspt_BR
dc.titleRevisão integrativa: Biomecânica da propulsão em cadeira de rodas manual de usuários com paraplegia devido à lesão medularpt_BR
dc.title.alternativeIntegrational review: Biomechanical propulsion in manual wheelchair users with spinal cord injuriy (PARAPLEGIA)en
dc.typeTrabalho de conclusão de curso de graduaçãopt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campusInstituto de Saúde e Sociedade (ISS)pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7869059238387906pt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6560097254021874pt_BR
unifesp.departamentoGestão e Cuidados em Saúdept_BR
unifesp.graduacaoTerapia Ocupacionalpt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record