Sistemas odontológicos de gerenciamento clínico e administrativo: utilização e avaliação

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2015-11-08
Autores
Finkelsztain, Renata Abramovicz [UNIFESP]
Orientadores
Marin, Heimar de Fatima Marin [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Por ser um profissional tido como inovador e visionário, o cirurgião dentista costuma ser um grande consumidor de tecnologias. Dessa forma, os computadores e as tecnologias de informação, bem como os sistemas de gerenciamento administrativo e registro clínico veem se tornando cada vez mais presentes nos consultórios odontológicos. Apesar desse aumento na frequência de uso das tecnologias de informação, como os cirurgiões dentistas não possuem um treinamento adequado para seu uso, muitas vezes os recursos disponíveis não são correta e/ou completamente utilizados, e o cenário obtido é o de consultórios computadorizados, porém não necessariamente informatizados. O objetivo desse estudo foi identificar as tecnologias utilizadas por um grupo de cirurgiões dentistas, bem como avaliar o uso de tecnologias de informação e de sistemas de gerenciamento administrativo e registro clínico. Para isso foi realizado um estudo de caso com duas abordagens: entrevistas estruturadas que foram realizadas por telefone e observações diretas do trabalho diário de cirurgiões dentistas por meio de uma etnografia de curta duração. Dos 77 consultórios contatados, somente dois não possuíam computador. Em 43 consultórios é utilizado sistema de gerenciamento, sendo que oito deles são paperless. As observações foram realizadas em oito consultórios: quatro com prontuários em papel, dois mantendo registros duplicados, papel e eletrônico, e dois paperless. Os dentistas dos consultórios paperless enalteceram as vantagens administrativas dos sistemas e em nenhum dos consultórios observados houve relato por parte dos dentistas de que o sistema melhora o atendimento clínico propriamente dito. A falta de pesquisas nessa área sugere a necessidade de realizar-se mais estudos de usabilidade e implementação desses sistemas aumentando a adoção dos mesmos.
Dentists are known for being technology consumers. The adoption of computers as well as of electronic dental records is becoming more frequent in dental offices. Despite this increase in the usage, because of a lack of education towards technology´s use, most of the available resources are neither correct nor completely used; therefore resulting in offices with computers instead of computerized offices. The purpose of this study is to identify the technologies used by a group of dentists and also to evaluate the adoption of EDR systems. In order to do that, a case study with two approaches was done: structured interviews (over the phone) and observation of daily work routine (through a "quick and dirty" ethnography). From the 77 contacted offices, only two did not have a computer. In 43 offices EDRs are used but only 8 are paperless. The observations were carried in eight office: four with conventional paper records, two paperless and two with duplicate records (paper and digital). The dentists from the paperless practices praised the administrative features of the systems, and in none of the observed dentists suggested that the use of electronic records improves the quality of dental care. The lack of studies in this area suggests the need for more usability and implementation studies on EDRs so that we can improve EDR adoption by the dental community
Descrição
Citação
FINKELSZTAIN, Renata Abramovicz. Sistemas odontológicos de gerenciamento clínico e administrativo: utilização e avaliação. 2015. 76 f. Tese (Doutorado em Gestão e Informática em Saúde) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2015.