Programa de intervenção parental: desenvolvimento e avaliação de seus efeitos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014-03-26
Autores
Martins, Lis Caroline [UNIFESP]
Orientadores
Tucci, Adriana Marcassa [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A questão da violência contra criança tem recebido atenção cada vez maior e grande parte dessa atenção deve-se à sua ocorrência de forma contínua, sendo praticada muitas vezes por um membro da família. A intervenção com os responsáveis é essencial uma vez que eles fazem parte do contexto das crianças e seus comportamentos trazem consequências para o desenvolvimento infantil, contribuindo para a formação dos padrões de relacionamentos e competências sociais. O presente estudo teve o objetivo de avaliar as práticas educativas parentais e de promover habilidades sociais parentais por meio de um programa de intervenção com os responsáveis. O programa foi estruturado a partir do referencial teórico da abordagem cognitivo comportamental e buscou-se favorecer o aprendizado de habilidades parentais, instruindo os responsáveis sobre habilidades parentais básicas, como gerenciamento de recompensas, controle de estresse diante do comportamento de seus filhos, manejo do comportamento de crianças, atenção diferencial, estabelecimento de limites e regras e como apresentar consequências justas e eficazes ao comportamento inadequado da criança. Trata-se de um estudo exploratório no qual os propósitos e características da investigação orientaram a opção pelo uso de metodologia de natureza quanti-qualitativa. O grupo foi composto inicialmente por 19 pais, com mais de 18 anos de idade, cujas crianças possuem vínculo com a instituição e que na entrevista de pré-avaliação foram detectados problemas de comportamento e/ou déficit de habilidades sociais educativas parentais. A coleta de dados ocorreu em uma unidade de saúde mental infantil do município de Santos. Todos os participantes foram submetidos à avaliação de pré-intervenção tendo sido usados os seguintes instrumentos: Escala Parental, Childhood Trauma Questionnaire, Inventário de Depressão de Beck, Alcohol Use Disorders Identification Test e Roteiro de Entrevista de Habilidades Sociais Educativas Parentais. Participaram da avaliação pós-intervenção os pais que finalizaram a intervenção, tendo sido aplicados a Escala Parental e o Roteiro de Entrevista de Habilidades Sociais Educativas Parentais. Os responsáveis que concordaram em participar do estudo assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A intervenção parece ter sido eficiente na promoção de práticas parentais positivas e na redução de práticas parentais negativas, uma vez que os responsáveis que finalizaram a intervenção passaram a apresentar escores não clínicos nessas categorias. Espera-se que o estudo contribua para a implantação de intervenções parentais na rede pública de saúde, visando também a promoção de habilidades sociais parentais e prevenção de violência contra crianças.
Descrição
Citação
MARTINS, Lis Caroline. Programa de intervenção parental: desenvolvimento e avaliação de seus efeitos. 2014. 86 f. Dissertação (Mestrado Interdisciplinar em Ciências da Saúde) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2014.