Estudo bioquímico das calicreínas teciduais as humanas 5 e 7 (klk5 e klk7)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014-07-30
Autores
Oliveira, Juliana Rodrigues de [UNIFESP]
Orientadores
Juliano, Maria Aparecida Juliano [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Calicreína tecidual humana 5 e 7 (KLK5 e KLK7) são serino peptidases com atividade tripsina-símile e quimotripsina-símile, respectivamente, expressas em altos níveis na pele. Na primeira parte do presente trabalho ft),fpm determinadas melhores condições para a hidrólise da KLK5, com a utilização OiJ solução tampão Tris 20mM, EDTA 1 mM, pH 7,5. Num segundo momento, atra\(,~ da utilização de substratos FRET, foi realizado o estudo da especificidade dos $~R~ítios da KLK5. Para tanto foi utilizada a sequência líder Abz-KLRSSKQ'-EDDnQ, com váriações em P3 (Abz- XLRSSKQ-EDDnp), P2 (Abz-KXRSSKQ-EDDnp), f?t (Abz-KLXSSKQ-EDDnp), P1' (Abz-KLRXSKQ-EDDnp) P2' (Abz-KLRSXKQ-EDDnp) e P3' (Abz-KLRSSXQ-EDDnp) onde X foi substituído por resíduos de aminoácidos de diferentes classes: carregados positivamente, carregados negativamente, hidrofóbicos e hidrofóbicos aromáticos. Analisamos substratos FRET como inibidores para a KLK7, ensaiamos substratos naturais com a mesma, como substância P, angiotensina I e 11; e a partir de seu estudo de especificidade encontramos sua melhor sequência, NLYRVE,
Descrição
Citação
OLIVEIRA, Juliana Rodrigues de. Estudo bioquímico das calicreínas teciduais as humanas 5 e 7 (klk5 e klk7). 2014. 66 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.