Estudo da integração da tela de polipropileno recoberta com materiais nanoestruturados em ratos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014-05-28
Autores
Tussi Júnior, Roberto [UNIFESP]
Orientadores
Koh, Ivan Hong Jun Koh [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Purpose: Evaluate the biocompatibility of polypropylene mesh coated with nanostructured materials and analysis of abdominal content adhesions with polypropylene mesh. Methods: After deposition of silver, carbon and carbon plus silver nanoparticles, using the Nonthermal plasma technique at Plasma and Processes Laboratory of ITA. The meshes were implanted at acute defects of the anterior abdominal wall of female rats Wistar- EPM. The histology was used to analysis of mesh tissue interaction using HE and Picrosirius Red. The study of adhesions was done through sheer numbers of adhesions to the prosthesis, Zühlke criteria for adhesion strength and Diamond criteria for percentage of area covered by adhesions. Results: The polypropylene mesh coated with carbon and silver exclusively demonstrated an excellent biocompatibility with the absence of acute or chronic inflammatory response and with reduced type I collagen and increase type III collagen. However meshes treated with carbon and silver in the sequence presented with harmful perpetuation of acute inflammatory activity. In this group the fibroblasts collagen production was absent. Evidencing a higher degree of antigenicity than control group. The analysis of the number of adhesions was not statistically significant between groups, as well as the strength of the same Zühlke criteria. Already the percentage of area attached to the prosthetic tissue showed statistical significance in the groups covered with silver carbon and unique compared to the polypropylene group. Conclusion: The deposition of nanocomposites of silver and carbon on the polypropylene mesh showed a reduction of antigenicity with improved tissue incorporation. The percentage of mesh surgical adhesions were also benefited this group. Nanotechnological meshes treatment did not prevent the formation of adhesions. Different Nonthermal methods deposition and combinations of nanoparticles may influence with the biological response.
Objetivo: Avaliar a biocompatibilidade de telas de polipropileno revestidas de materiais nanoestruturados e análise da aderência do conteúdo intracavitário à tela de polipropileno. Métodos: Após a deposição de nanopartículas de prata, carbono, carbono e prata simultâneos e em sequência, pela técnica de plasma frio no Laboratório de Plasma e Processos do ITA, as telas foram implantadas em defeitos agudos da parede abdominal anterior de ratas Wistar-EPM. A análise das aderências foi determinada pelos números absolutos de aderências à prótese, pelos critérios de Zühlke para força de adesão e pelos critérios de Diamond para determinar percentual de área recoberta por aderências. Utilizou-se a histologia com a coloração de HE e picrosirius red para determinar a interação tela-tecido. Resultados: As telas de polipropileno, recobertas com carbono e prata individualmente, mostraram biocompatibilidade com ausência de resposta inflamatória aguda e ou crônica, com predomínio do colágeno tipo III e redução do colágeno tipo I. Já a tela tratada com carbono e prata, em sequência, apresentou perpetuação da atividade inflamatória aguda, não permitindo a produção adequada de colágeno pelos fibroblastos e antigenicidade superior ao do grupo controle (polipropileno). A análise do número de aderências não mostrou diferenças estatísticas entre os grupos pelos critérios de Zühlke. Já a porcentagem de área aderida ao tecido protético, nos grupos recobertos com carbono ou prata foi estatisticamente menor em comparação com o grupo polipropileno. Conclusão: O recobrimento da tela de polipropileno com nanofilmes de prata ou de carbono foi capaz de promover a redução da antigenicidade, melhor biocompatibilidade e menor susceptibilidade a aderências.
Descrição
Citação
TUSSI JÚNIOR, Roberto. Estudo da integração da tela de polipropileno recoberta com materiais nanoestruturados em ratos. 2014. 87 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.