Do protesto às urnas : o movimento homossexual brasileiro na transição política (1978-1982)

Do protesto às urnas : o movimento homossexual brasileiro na transição política (1978-1982)

Author Cruz, Rodrigo Rodrigues da Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Maciel, Debora Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciências Sociais
Abstract The analytical problem of this dissertation is the interaction between social movements and institutional politics. The research reconstructs the mobilization process of the Brazilian homosexual movement, focusing on the set of strategies adopted from 1978 to 1982: from street protest to the partisan and electoral engagement. The argument is that the homosexual movement, at the end of the protest cycle for democratization, did not go into decline, as much of the literature played. Activists remained mobilized in the partisan arena, especially during the elections of 1982, when they engaged in campaigns with strong countercultural accent. The hypothesis is that the traffic towards the institutional policy was favored, on the one hand, by the political opportunities offered by the Brazilian transition: Party Reform of 1979, the renewal of the Left, the foundation of the Workers Party (PT), the elections of 1982; and, on the other hand, by the circulation of brokers both in transnational networks and between the social movements and parties. The work analyzes, in the end, how the experience of partisan and electoral engagement favored the adoption, by the movement, of more institutionalized frames and repertoires of collective action.

Esta dissertação tem como problema analítico a interação entre movimentos sociais e política institucional. A pesquisa reconstitui o processo de mobilização do movimento homossexual brasileiro, focalizando o conjunto de estratégias adotadas no período de 1978 a 1982: do protesto de rua ao engajamento partidário e eleitoral. O argumento é o de que o movimento homossexual, ao final do ciclo de protestos pela democratização, não entrou em descenso, como boa parte da literatura interpretou. Ativistas mantiveram-se mobilizados na arena partidária, especialmente durante as eleições de 1982, quando engajaram-se em campanhas com forte acento contracultural. A hipótese é de que o trânsito em direção à política institucional foi favorecido, de um lado, pelas oportunidades políticas abertas pelo processo de transição brasileiro: a Reforma Partidária de 1979, a renovação das esquerdas, a fundação do Partido dos Trabalhadores, as eleições de 1982; e, por outro lado, pela circulação de brokers, tanto em redes transnacionais quanto entre o movimento social e os partidos. O trabalho avalia, ao final, de que modo a experiência do engajamento partidário e eleitoral favoreceu a adoção, pelo movimento, de quadros interpretativos e repertórios de ação mais institucionalizados.
Keywords Social movements and institutional politics
Brazilian homossexual movement
Political transition
Workers party
1982 poll
Movimentos sociais e politica institucional
Movimento homossexual brasileiro
Transição política
Partido dos trabalhadores
Eleições de 1982
Language Portuguese
Date 2015-12-14
Published in CRUZ, Rodrigo Rodrigues da. Do protesto às urnas: o movimento homossexual brasileiro na transição política (1978-1982). 2015. 188 f. Dissertação (Mestrado) - Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Guarulhos, 2015.
Research area Sociologia
Knowledge area Ciências humanas
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 188 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2780794
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47827

Show full item record




File

Name: rodrigo-rodrigues-corrigida.pdf
Size: 2.737Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account