Síndrome da mobilidade comprometida: um novo conceito na funcionalidade do idoso

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014-09-24
Autores
Simamura, Mariane Aiko [UNIFESP]
Orientadores
Toniolo Neto, Joao Toniolo Neto [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado profissional
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introduction. The approach of the musculoskeletal aging is now centered in the diagnosis and treatment of osteoporosis. The recognition of sarcopenia as a clinical entity is still restricted to a limited group of experts and their close relationship with osteoporosis, especially with regard to treatment, it is little discussed. Moreover, even under treatment for osteoporosis, elderly falls and fractures still present, indicating that only address the bone in isolation may not evolve prevents elderly with reduced mobility and free of adverse effects. Goals. General: 1. Propose a new form of assessment of the impairment of mobility of the elderly aiming at prevention and early intervention. Specific: 2. Review the new concepts of integration between bone and muscle. 3. Assess the importance of osteoporosis and sarcopenia creating new way of understanding between bone and muscle. Methodology: Essay based on literature review on the topic using the major databases; SciELO, LILACS, EMBASE, MEDLINE, Cocharane Library. Description of Mobility Committed Syndrome. Five items were chosen to compose the syndrome based on major risk factors involved in negative outcomes as mobility: osteoporosis, low appendicular lean mass, positive history of falls in the last year (at least one fall in the previous year), gait speed reduced and reduced handgrip strength.
Introdução. A abordagem do envelhecimento musculoesquelético atualmente é centrado no diagnóstico e tratamento da osteoporose. O reconhecimento da sarcopenia como entidade clínica ainda se restringe a um grupo restrito de especialistas e sua íntima relação com a osteoporose, principalmente no que se refere ao tratamento, ainda é pouco discutida. Por outro lado, mesmo em vigência de tratamento para osteoporose, idosos continuam apresentando quedas e fraturas, indicando que, somente abordar o osso de forma isolada talvez não impeça que idosos evoluam com diminuição da mobilidade e livre de efeitos adversos. Objetivos. Geral: 1. Propor uma nova forma de avaliação do comprometimento da mobilidade do idoso com objetivo de prevenção e intervenções precoces. Específicos: 2. Revisar os novos conceitos de integração entre osso e músculo.3. Avaliar a importância da osteoporose e sarcopenia criando uma nova forma de compreensão entre osso e músculo Metodologia: Dissertação baseada em revisão de literatura sobre o tema utilizando as principais bases de dados; Scielo, Lilacs, EMBASE, MEDLINE, Cocharane Library. Descrição da Síndrome da Mobilidade Comprometida. Foram escolhidos 5 itens para compor a Síndrome baseados nos principais fatores de risco envolvidos em desfechos negativos quanto a mobilidade: osteoporose, baixa massa magra apendicular, histórico de quedas positiva no último ano (pelo menos uma queda no último ano), velocidade de marcha reduzida e força de preensão palmar reduzida.
Descrição
Citação
SIMAMURA, Mariane Aiko. Síndrome da mobilidade comprometida: um novo conceito na funcionalidade do idoso. 2014. 59 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2014.