A gestão acadêmica da reestruturação curricular do curso médico: uma análise

A gestão acadêmica da reestruturação curricular do curso médico: uma análise

Author Wanderley, Vicentina Esteves Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Batista, Nildo Alves Batista Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Interdisciplinar em Ciências da Saúde
Abstract Introduction In order to meet the National Curriculum Guidelines (DCN), reformulations in the curricula of medical schools in the northeast have been creating great difficulties for those who participate in the process, particularly its managers. Despite the acknowledgement that competent and efficient management is required if students are to receive a good education, this issue has not been properly investigated. Objective This research sought to investigate the state of the academic management of the Northeast Medical Public Colleges during the process of curricular changes since the enactment of DCN 2001. Methodological course This research utilized a qualitative and quantitative approach and focused on school managers as its subjects. In following the search criteria, ten schools were selected and five questionnaires using an attitudinal scale were applied in each, totaling fifty. Later, a group of seventeen managers, one or two from each course, underwent an in-depth interview about the issues raised. For data analysis, the quantitative data were validated and worked for statistical analysis while interviews were interpreted in qualitative typology by thematic analysis. Results and conclusions Managers confirm that preparation for academic management is not an institutional practice and recognize this as a complicating factor in the process. The courses have been developing efforts to meet the DCN by deepening discussions about the formation of managers, as well as changes of curriculum models and incorporation of new pedagogical practices. However, there are many difficulties involved, including barriers in the teaching service, teacher resistance, academic administrative dichotomy, and lack of financial resources, among others. They also emphasize the importance of evaluation as a tool in the process of feedback and suggest recommendations that may help greatly in facilitating these changes, especially now with the new challenge brought by DCN 2014. It is expected that the availability of these collected experiences will bring benefits in this area that will improve the standard of quality of medical courses and health in Brazil.

Introdução Para atender às Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), as reformulações nos currículos das escolas médicas do nordeste brasileiro, têm trazido grandes dificuldades aos que participam do processo e mais especificamente a seus gestores. Apesar do reconhecimento de que, para uma boa formação do aluno é necessária uma gestão competente e eficiente, a temática não vem sendo devidamente investigada. Objetivo Esta pesquisa procurou investigar como vem ocorrendo a gestão acadêmica das Faculdades Públicas de Medicina da Região Nordeste em processos de reformulações curriculares a partir da promulgação das DCN de 2001. Percurso Metodológico Nessa investigação, utilizou-se uma abordagem qualitativa e quantitativa, tendo os gestores das escolas como sujeitos. Segundo os critérios da pesquisa, foram selecionadas dez escolas e aplicados cinco questionários em cada uma delas, cinquenta no total, nos quais utilizou-se uma escala atitudinal. Posteriormente, um grupo de dezessete gestores, sendo um ou dois de cada curso, foi submetido a uma entrevista de aprofundamento sobre as questões levantadas. Para análise dos dados, os instrumentos foram validados e trabalhados por análise estatística e as entrevistas foram interpretadas na tipologia qualitativa por análise temática. Resultados e conclusões Os gestores afirmam não ser prática institucional o preparo para a gestão acadêmica e reconhecem nisto um fator complicador do processo. Os cursos vêm desenvolvendo esforços no sentido de atender as DCN por meio do aprofundamento das discussões sobre a formação, como também mudanças de modelos curriculares e incorporação de novas práticas pedagógicas. No entanto, muitas são as dificuldades encontradas como: entraves na relação ensino-serviço, resistência docente, dicotomia acadêmico-administrativa, escassez de recursos financeiros, dentre outras. Nas experiências vivenciadas, ressaltam ainda a importância da avaliação como instrumento na retroalimentação do processo e sugerem recomendações que muito poderão contribuir na facilitação das mudanças, principalmente agora, com o novo desafio trazido pelas DCN de 2014. Espera-se que a disseminação dessas experiências acumuladas traga subsídios nesta área, no sentido de melhorar o padrão de qualidade dos cursos médicos e da saúde no Brasil.
Keywords management of medical schools
academic management
curriculum reform
curriculum guidelines
medicine course
gestão das escolas médicas
gestão acadêmica
reforma curricular
diretrizes curriculares
curso de medicina
Language Portuguese
Date 2016-10-24
Published in WANDERLEY, Vicentina Esteves. A gestão acadêmica da reestruturação curricular do curso médico: uma análise. 2016. 191 f. Tese (Doutorado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.
Research area Interdisciplinar
Knowledge area Multidisciplinar
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 191 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4773537
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/47231

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account