A temática saúde na licenciatura de docentes indígenas: um estudo na Universidade federal do amapá

Show simple item record

dc.contributor.advisor Batista, Nildo Alves [UNIFESP] pt
dc.contributor.author Mendes, Myriam Regina Zapaterra [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2018-07-27T15:51:06Z
dc.date.available 2018-07-27T15:51:06Z
dc.date.issued 2016-04-10
dc.identifier https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=4355838 pt
dc.identifier https://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/baixada_santista_teses/037_bx_dissertacao_myriammendes.pdf
dc.identifier.citation MENDES, Myriam Regina Zapaterra. A temática saúde na licenciatura de docentes indígenas: um estudo na Universidade federal do amapá. 2016. 177 f. Dissertação (Mestrado Profissional) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2016.
dc.identifier.uri https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46935
dc.description.abstract The political pedagogical project of the Higher Indigenous Teachers Course demands an immersion in the anthropological fundaments that deal with the specificity of the indigenous cultures, establishing the framing of its concepts for its preparation, mostly in the subjects related to indigenous health. The aim of this research was to investigate the formative proposal related to the theme Health in the Intercultural Higher Indigenous Teachers Course in the Amapá Federal University. For that, a descriptive-analytical exploratory research has been made, approaching quality as well as quantity. From a documental analysis, there has been a research to investigate the pedagogical proposal of the Intercultural Higher Indigenous Teachers Course related to the students preparation to discuss indigenous children´s and young adult´s health-related issues. Using a Likert Attitude Scale, we sought to learn the graduates? perception about their health formation. The documental analysis allowed us to identify the theme Health as a growing demand field in the indigenous communities, which require multi-professional teams, and specifically prepared differentiated teachers. It is also necessary to respect their own way to cognize, produce knowledge and make good use of it, for public policies of health prevention and promotion, enriching the intercultural and interdisciplinary dialogue-based cultures.Yet the perception of graduates considering their degree in Health, pointed the need of improvement in the graduation proposal related to the discussions about the full attention to health, according to the SUS?s (Sistema Único de Saúde) principles and guidelines, and its inspection methods, like the Social Control. Distinct understandings about the health-disease program, ways to develop campaigns or health actions with the students of the indigenous schools and communities and discussion about the Health in the School Program (Programa Saúde na Escola), also come up as themes demanding improvement on their approach. The experience as a professor in the Intercultural Higher Indigenous Teachers Course has brought the richness of the dialogic relationship with the indigenous students for the enrichment of their distinct understandings about Health and Disease, their respectful relationship with the visible and invisible nature creatures, and ways of knowing, seeing, exchanging and doing form the indigenous peoples from Amapá and Northern Pará. This way, it reaffirms the importance of the insertion of thematic Heath content within the Political Pedagogical Project of the Intercultural Higher Indigenous Teachers Course in the perspective of significative learning and the ?learning-teachinglearning?. en
dc.description.abstract O projeto político pedagógico dos cursos de Licenciatura Indígena demanda para sua preparação uma imersão nos fundamentos antropológicos que arrazoam sobre a especificidade das culturas indígenas estabelecendo a concepção de suas matrizes conceituais, sobretudo nas disciplinas que se referem à saúde indígena. Esta pesquisa objetivou investigar a proposta formativa relacionada com a temática Saúde na Licenciatura Intercultural Indígena na Universidade Federal do Amapá. Para isto, foi feita uma pesquisa exploratória, descritivoanalítica com abordagens qualitativa e quantitativa. A partir de uma análise documental, buscou-se investigar a proposta pedagógica do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena relacionada com o preparo dos acadêmicos indígenas para discutir as questões relacionadas com a saúde de crianças e jovens indígenas. Por meio de uma Escala Atitudinal Likert, buscamos apreender a percepção de egressos do curso a respeito de sua formação em saúde. A análise documental permitiu identificar a temática saúde como campo de demanda crescente nas comunidades indígenas, que requerem equipes multiprofissionais e professores com preparo específico e diferenciado. Necessita-se ainda respeitar suas diferentes maneiras de conhecer, de produzir conhecimento e de se utilizarem dele para a discussão de políticas públicas de prevenção e promoção de saúde, valorizando as culturas baseadas no diálogo intercultural e interdisciplinar. Já a percepção de egressos a respeito de sua formação em saúde evidenciou a necessidade de qualificação na proposta de formação relacionadas às discussões sobre o acesso à atenção integral à saúde, de acordo com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) e de seus mecanismos de fiscalização, como o Controle Social. Diferentes entendimentos sobre o processo saúde-doença, maneiras de desenvolver campanhas ou ações de saúde com alunos das escolas indígenas e comunidade e discussão sobre o Programa Saúde na Escola também apareceram como temáticas que demandam melhorias em suas abordagens. A experiência como docente na Licenciatura Intercultural Indígena trouxe a riqueza da relação dialógica com os universitários indígenas para a valorização de seus diferentes entendimentos sobre Saúde e Doença, sua relação de respeito com seres visíveis e invisíveis da natureza e as maneiras de conhecer, ver, dizer, trocar e fazer dos povos indígenas do Amapá e norte do Pará. Assim, reafirma-se a importância da inserção de conteúdos da temática Saúde no Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena na perspectiva da aprendizagem significativa e do aprender-ensinaraprender. pt
dc.format.extent 177 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Health of indigenous peoples en
dc.subject Faculty en
dc.subject Education en
dc.subject Higher en
dc.subject Health education en
dc.subject Curriculum en
dc.subject Saúde de populações indígenas pt
dc.subject Docentes pt
dc.subject Educação superior pt
dc.subject Educação em saúde pt
dc.subject Currículo pt
dc.title A temática saúde na licenciatura de docentes indígenas: um estudo na Universidade federal do amapá pt
dc.type Dissertação de mestrado profissional
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt
dc.identifier.file 2016-0370.pdf
dc.description.source Dados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Enfermagem (EPE) pt
unifesp.graduateProgram Ensino em Ciências da Saúde pt
unifesp.knowledgeArea Multidisciplinar pt
unifesp.researchArea Ensino pt
dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/5633013437811955
dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/9347541615414055
unifesp.departamento Centro de Desenvolvimento do Ensino Superior em Saúde – CEDESS pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account