Efeito de suplementação de probióticos sobre função de monócitos após exercício extenuante

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2016-03-30
Autores
Silva, Edgar Tavares da [UNIFESP]
Orientadores
Santos, Ronaldo Vagner Thomatieli dos [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
The performance of strenuous physical exercise induces acute physiological and biochemical responses with several immunosuppressant powers. Probiotic supplementation is an attempt to mitigate the effects of exercise on the innate immune system. Thus, the objective of this study was to verify the effects of probiotics supplementation on the function of monocytes after an acute long-term strenuous exercise. For this, seven participants were supplemented during thirty days (2.0 g/day of probiotics) and seven participants were supplemented during thirty days with placebo (2.0 g/day of corn starch). Posteriorly, they ran a marathon (42,195 m). Before the race, immediately after the exercise session and 1 hour after exercise, 30 ml of blood were collected for determination of the cellular function of monocytes, also for plasma cytokine dosages. A questionnaire was applied about infections in the upper respiratory tract symptoms - URTS during seven days after the strenuous exercise. The normality of the data was checked using the Shapiro-Wilk?s test and for statistical analysis we used the analysis of repeated measures General Linear Model (GLM) or Student t-test, with Post-Hoc Fisher?s LSD. The level of significance was p ? 5%. To perform the analyses was used software IBM SPSS Statistics 20. In our results, the production of monocytes stimulated with LPS in the placebo group had significant increase of IL-6 after the race and significant decrease of TNF-alpha, not being watched modifications in the levels of IL-1 and IL-10 p ? 5% . In the probiotic group significant differences were not found on the levels of IL-1, IL-6 and TNF-alpha, however, the results point to a significant increase in the production of IL-10 after the race of Marathon p ? 5%. In plasma levels were not found significant differences in both groups at concentrations of IL-2, IL-4 and IL-6. However, in the placebo group was observed significant increase of IL-10 and in the probiotic group TNF-alpha increase after a marathon p ? 5%. Moreover, our results showed that the supplementation of probiotics is associated with a smaller amount of upper respiratory tract symptoms and severity when compared with the placebo group, besides presenting a shorter recovery and a lower percentage of incidence of opportunistic infections.
A realização de exercícios físicos extenuantes agudos induz diversas respostas fisiológicas e bioquímicas com elevado poder imunossupressor. A suplementação de probióticos é uma tentativa de atenuar os efeitos do exercício sobre o sistema imunológico inato. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos da suplementação de probióticos sobre a função de monócitos após um exercício agudo extenuante de longa duração. Para isso, 07 participantes foram suplementados durante 30 dias (2,0 g/dia de probióticos) e 07 participantes foram suplementados durante 30 dias com placebo (2,0 g/dia de amido de milho). Posteriormente, correram uma maratona (42.195m). Antes da corrida, imediatamente após a sessão de exercício e uma hora após o exercício físico, foram coletados 30 ml de sangue para determinação da função celular de monócitos, também para dosagens plasmáticas de citocinas. Foi aplicado um questionário sobre Infecções no Trato Respiratório Superior ? ITRS durante 07 dias após a realização do exercício físico extenuante. A normalidade dos dados foi verificada por meio do teste Shapiro-Wilk`s e para a análise estatística foi utilizada a análise de medidas repetidas pelo Modelo Linear Geral (GLM) ou teste t Student, com Post-Hoc de Fisher LSD. O nível de significância adotado foi de p ? 5%. Para a realização das análises foi utilizado o software IBM SPSS Statistics 20. Em nossos resultados, a produção de monócitos estimulados com LPS no grupo placebo teve aumento significativo de IL-6 após a corrida e diminuição significativa de TNFalfa, não sendo observado modificações nos níveis de IL-1 e IL-10 p ? 5%. Já no grupo probiótico não foram encontradas diferenças significativas nos níveis de IL-1, IL-6 e TNF-alfa, contudo, os resultados apontam para aumento significativo na produção de IL-10 após a prova de maratona p ? 5%. Em níveis plasmáticos não foram encontradas diferenças significativas em ambos os grupos nas concentrações de IL-2, IL-4 e IL-6. Contudo, no grupo placebo foi observado aumento significativo de IL-10 e no grupo probiótico aumento de TNF-alfa após a prova p ? 5%. Além disso, nossos resultados demonstraram que a suplementação de probióticos está associada com uma menor quantidade de sintomas e a severidade dos mesmos, quando comparado com o grupo placebo, além de um menor tempo de recuperação e menor porcentagem de incidência de infecções oportunistas.
Descrição
Citação
SILVA, Edgar Tavares da. Efeito de suplementação de probióticos sobre função de monócitos após exercício extenuante. 2016. 104 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2016.