Show simple item record

dc.contributor.advisorCaruzo, Maria Beatriz Rossi [UNIFESP]pt
dc.contributor.authorSantos, Rafaela Freitas dos [UNIFESP]
dc.date.accessioned2018-07-27T15:49:54Z
dc.date.available2018-07-27T15:49:54Z
dc.date.issued2016-06-17
dc.identifierhttps://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3655574pt
dc.identifier.citationSANTOS, Rafaela Freitas dos. Diversidade e biogeografia das espécies arbóreas da tribo crotoneae (euphorbiaceae) na floresta atlântica. 2016. 172 f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Diadema, 2016.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/46255
dc.description.abstractThe Atlantic Forest is considered one of the world's hotspots of biodiversity and, even with the growing threat to its ecosystems, has a high level of biological diversity and endemism. Euphorbiaceae is one of the largest, most diverse and complex families of Angiosperms, with about 6300 species in almost all regions of the planet. The family has great importance in brazilian flora with almost 1000 occurring in all phytogeographical domains of the country, being one of the most diverse botanical families within Atlantic Rain Forest. The genera of the tribe Crotoneae occurring in the Atlantic Forest are the following: Astraea, Brasiliocroton and Croton. Among them, Croton is considered one of the most diverse angiosperm genera within the Atlantic Forest. Considering the high diversity and importance of Crotoneae tribe in the Atlantic Forest, this work aimed: to carry out a survey of arborescent species of the tribe occurring on that phytogeographical domain, identify the distribution patterns and areas of endemism of those species in the Atlantic Forest and evaluate their conservation status. Based on the analysis of herbaria material and observations of the species in their natural habitats, were recognized 24 arborescent species of the tribe Crotoneae in the Atlantic Forest, which about 77% are endemic to this phytogeographical domain. The genera with are with arborescent representants in the Atlantic Forest are: Brasiliocroton, with two species , and Croton, with 22 species (of which 4 occurs beyond the limits of the Atlantic Forest domain). These species are distributed in two patterns: species of South Atlantic Foresta and the Northern Atlantic Forest, separate for Doce river. Two areas of endemism were detected for the studied taxa: Bahia, bounded by the Doce river and Baia de Todos os Santos, and Serra do Mar, with altitudinal gradient as possible barriers. Therefore, this study increased the knowledge of Crotoneae tribe of genres in Brazil and in the Neotropics.en
dc.description.abstractA Floresta Atlântica é considerada um dos hotspots mundiais e, mesmo com a frequente ameaça a seus ecossistemas, possui alta biodiversidade e é rica em espécies endêmicas. Euphorbiaceae é uma das maiores, mais diversas e complexas famílias de Angiospermas, com aproximadamente 6300 espécies distribuídas em praticamente todas as regiões do planeta. A família tem grande importância na flora brasileira com quase 1000 espécies distribuídas em todos os domínios fitogeográficos do país, sendo uma das famílias botânicas mais diversas no domínio da Floresta Atlântica. Os gêneros da tribo Crotoneae ocorrentes na Floresta Atlântica são: Astraea, Brasiliocroton e Croton. Dentre eles, destaca-se Croton, considerado um dos gêneros de Angiospermas mais diversos neste domínio. Considerando a alta diversidade e importância da tribo Crotoneae na Floresta Atlântica, este trabalho teve como principais objetivos: realizar o levantamento das espécies arbóreas da tribo ocorrentes na Floresta Atlântica, identificar padrões de distribuição e áreas de endemismo dessas espécies na Floresta Atlântica e avaliar o estado de conservação das mesmas. Com base na análise de coleções depositadas em diversos herbários brasileiros e na observação de populações de espécies em campo, foram reconhecidas 24 espécies arbóreas pertencentes à tribo Crotoneae na Floresta Atlântica, das quais aproximadamente 77% são endêmicas deste domínio. Os gêneros da tribo que possuem representantes arbóreos na Floresta Atlântica são: Brasiliocroton, com duas espécies, e Croton, com 22 espécies (das quais apenas 4 ocorrem além dos limites do domínio da Floresta Atlântica). Essas espécies estão distribuídas em dois padrões: espécies da Floresta Atlântica Meridional e da Floresta Atlântica Setentrional, separadas pelo Rio Doce. Duas áreas de endemismo foram detectadas para os táxons estudados: Bahia, delimitada pelo Rio Doce e Baia de Todos os Santos, e Serra do Mar, com gradiente altitudinais como possíveis barreiras. Com isso, este estudo ampliou o conhecimento dos gêneros da tribo Crotoneae no Brasil e na região Neotropical.pt
dc.format.extent172 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectAreas of endemismen
dc.subjectBrasiliocrotonen
dc.subjectConservationen
dc.subjectCrotonen
dc.subjectTaxonomyen
dc.subjectÁreas de endemismopt
dc.subjectBrasiliocrotonpt
dc.subjectConservaçãopt
dc.subjectCrotonpt
dc.subjectTaxonomiapt
dc.titleDiversidade e biogeografia das espécies arbóreas da tribo Crotoneae (Euphorbiaceae) na floresta atlânticapt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)pt
dc.identifier.fileDissertação - Rafaela Freitas dos Santos.pdf
dc.description.sourceDados abertos - Sucupira - Teses e dissertações (2013 a 2016)
unifesp.campusInstituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF)pt
unifesp.graduateProgramEcologia e Evoluçãopt
unifesp.knowledgeAreaBiodiversidadept
unifesp.researchAreaSistemática, Biogeografia e Diversidade Genéticapt


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record