Análise vocal perceptivo-auditiva e acústica, falada e cantada de regentes de coral

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2008-09-01
Autores
Rehder, Maria Inês Beltrati Cornacchioni
Behlau, Mara [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
BACKGROUND: the voice of choir conductors. AIM: to evaluate the vocal quality of choir conductors based on the production of a sustained vowel during singing and when speaking in order to observe auditory and acoustic differences. METHOD: participants of this study were 100 choir conductors, with an equal distribution between genders. Participants were asked to produce the sustained vowel é using a singing and speaking voice. Speech samples were analyzed based on auditory-perceptive and acoustic parameters. The auditory-perceptive analysis was carried out by two speech-language pathologist, specialists in this field of knowledge. The acoustic analysis was carried out with the support of the computer software Doctor Speech (Tiger Electronics, SRD, USA, version 4.0), using the Real Analysis module. RESULTS: the auditory-perceptive analysis of the vocal quality indicated that most conductors have adapted voices, presenting more alterations in their speaking voice. The acoustic analysis indicated different values between genders and between the different production modalities. The fundamental frequency was higher in the singing voice, as well as the values for the first formant; the second formant presented lower values in the singing voice, with statistically significant results only for women. CONCLUSION: the voice of choir conductors is adapted, presenting fewer deviations in the singing voice when compared to the speaking voice. Productions differ based the voice modality, singing or speaking.
TEMA: voz de regentes de coral. OBJETIVO: avaliar a qualidade vocal de regentes de corais, nas emissões de uma vogal sustentada, nas modalidades de voz falada e cantada, para observar diferenças auditivas e acústicas. MÉTODO: participaram como sujeitos 100 regentes de coral, em igual número de ambos os sexos, solicitados a emitir a vogal é sustentada, nas modalidades de voz falada e cantada. O material de fala foi analisado do ponto de vista perceptivo auditivo e acústico. A análise perceptivo-auditiva foi realizada por dois fonoaudiólogos especialistas em voz. A análise acústica foi realizada com o auxílio do programa computadorizado Doutor Speech (Tiger Eletronics, SRD, EUA, versão 4.0), com a utilização do módulo Real Analysis. RESULTADOS: a análise perceptivo-auditiva da qualidade vocal indicou que a maioria dos regentes possui vozes adaptadas, com maiores alterações na modalidade da voz falada. A análise acústica indicou valores diferentes para os sexos e para as modalidades de emissão. A freqüência fundamental foi mais elevada na voz cantada, assim como os valores do primeiro formante; o segundo formante apresentou valores mais reduzidos para a voz cantada, com significância estatística apenas para as mulheres. CONCLUSÃO: as vozes dos regentes de coral são adaptadas, com menor desvio na voz cantada quando comparada com a falada. As emissões são diferenciadas de acordo com a modalidade, voz falada ou cantada.
Descrição
Citação
Pró-Fono Revista de Atualização Científica. Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda., v. 20, n. 3, p. 195-200, 2008.
Coleções