Homeopatia: uma abordagem do sujeito no processo de adoecimento

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2008-04-01
Autores
Araújo, Eliane Cardoso de [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This study analyses the therapeutic process of Homeopathic Medicine. It highlights the relevance of its components in the construction of a space of interaction between doctors and patients, able to provide new meaning to the understanding of the nature of diseasing and the perspective of cure. The central position the individual occupies in the homeopathic paradigm by privileging the process of diseasing confers specific characteristics to this approach, capable of restoring the care dimension to the therapeutic action. The empirical bases for the present study were two health units in the city of São Paulo. Eleven doctors and 13 patients were interviewed and spontaneous statements that emerged during clinical consultations conducted by the author were recorded. The material obtained was submitted to a qualitative analysis that led to the identification of certain nuclei of meaning such as: subject, person, hearing, looking, link, time, cure, medication, reflecting the essential dimensions that translate the specificity of the homeopathic therapeutic process. The narratives of the subjects of the homeopathic practice showed clearly that the construction of a space of intersubjectivity, where patients and doctors share the experience of getting ill, allows introducing the perspective of care and the possibility of a project for recovering health.
O estudo analisa o processo terapêutico da Medicina Homeopática e a relevância de seus componentes na construção de um espaço interativo entre médicos e pacientes capaz de propiciar novos sentidos para a compreensão do adoecimento e para a perspectiva da cura. A centralidade da pessoa no paradigma da Medicina Homeopática, ao privilegiar a situação de adoecimento dos pacientes, confere características específicas à sua abordagem capazes de resgatar a dimensão do cuidado na ação terapêutica. Tomamos como base empírica duas unidades de saúde da cidade de São Paulo onde foram realizadas as entrevistas. Utilizamos abordagem qualitativa e identificamos núcleos de sentidos, tais como, sujeito, pessoa, escuta, ver, vínculo, tempo, cura e medicamento, capazes de refletir as dimensões essenciais e a especificidade do processo terapêutico da Homeopatia. Através de narrativas dos sujeitos da prática homeopática, pudemos evidenciar que a construção de um espaço de intersubjetividade, onde pacientes e médicos possam compartilhar a experiência do adoecer, permite introduzir a perspectiva do cuidado e a possibilidade de um projeto de recuperação da saúde.
Descrição
Citação
Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 13, p. 663-671, 2008.
Coleções