Efeitos da acupuntura e de mindfulness em usuárias com cefaleia primária crônica na atenção primária à saúde no município de Fortaleza-CE: estudo de viabilidade e eficácia preliminar

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2017-08-31
Autores
Girão, Athila Campos [UNIFESP]
Orientadores
Demarzo, Marcelo Marcos Piva [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introduction: Mindfulness-based interventions may be effective for complementary management of primary headaches in socially vulnerable populations. This study with women from the largest favela in Ceará, Northeast Brazil, verified the effects of an IBM in women with chronic headache at social risk. Method: Preliminary, exploratory, quasi-experimental, mixed-approach (quantitative and qualitative) efficacy study evaluating the impact of an IBM on women users of SUS in relation to the disability in daily life activities (Midas) due to chronic headache (Primary outcome), as well as secondary variables such as level of mindfulness, perceived injustice and self-pity. One intervention with acupuncture was the active control group. Results: The participants' profile was: (44.5%) married; (51.3%) with up to 2 children; (63.9%) fundamental level; (53.8%) with income of 1 to 2 minimum wages and (72.21%) with chronic headache, being (63.3%) migraine and (8.8%) tension headache. Headache is associated with low schooling, low family income (p <0.05) and negative emotional events in life. In the self-reports, four social determinants of health that caused psychological distress were categorized: the social role of women in the community; Recurrent search for health services; Drug abuse and dysfunctional coping strategies. Psychological distress was at the basis of recurrent headache crises In the comparison within the IBM groups and acupuncture, IBM promoted a decrease in the level of headache inability indicated by self-reported but not by Midas; Increased self-pity (p <0.05); Increased level of mindfulness (p <0.05), whereas acupuncture promoted a decrease only in Midas (p <0.05). There was a decrease in perceived injustice in both groups, but not statistically significant (p> 0.05). In the comparison between groups, IBM presented higher levels of self-pity and mindfulness than in the acupuncture group, with a statistically significant difference (p <0.05). There were statistically significant correlations between Midas and perceived injustice (p <0.001) and Midas and mindfulness (p <0.05). In the regression model, only perceived injustice influenced Midas (p <0.001), corroborating the self-reports that highlighted this negative feeling in the genesis of headache. Final considerations and conclusions: This is the first international study to evaluate the effects of an IBM on a population of women with chronic and socially vulnerable headache compared to acupuncture. The two interventions were effective in reducing the incapacity of headache, and acting through different mechanisms. The results suggest that IBM positively influenced pain through mental and emotional processes (attention control, body awareness and emotional regulation), which did not occur in relation to the acupuncture group. The effects of IBM and acupuncture on chronic headache of the participants demonstrated preliminary potential efficacy of mind-body practices in socioeconomically vulnerable populations.
Introdução: As intervenções baseadas em mindfulness podem ser efetivas para tratamento complementar das cefaleias primárias em populações socialmente vulneráveis. Este estudo com mulheres da maior favela do Ceará, no Nordeste do Brasil, verificou os efeitos de uma IBM em mulheres com cefaleia crônica sob risco social. Método: Estudo de eficácia preliminar, exploratório, quasi-experimental, de abordagem mista (quanti e qualitativa), que avaliou o impacto de uma IBM em mulheres usuárias do SUS com relação à incapacidade nas atividades da vida diária (Midas) decorrente da cefaleia crônica (desfecho primário), além de variáveis secundárias como nível de mindfulness, injustiça percebida e autocompaixão. Uma intervenção com acupuntura foi o grupo controle ativo. Resultados: O perfil das participantes foi: (44,5%) casadas; (51,3%) com até 2 filhos; (63,9%) nível fundamental; (53,8%) com renda de 1 a 2 salários-mínimos e (72,21%) com cefaleia crônica, sendo (63,3%) enxaqueca e (8,8%) cefaleia de tensão. A cefaleia está associada à baixa escolaridade, à baixa renda familiar (p<0,05) e a eventos emocionais negativos na vida. Nos autorrelatos, foram categorizados quatro determinantes sociais de saúde causadores de distress psicológico: papel social da mulher na comunidade; busca recorrente aos serviços de saúde; abuso de medicamentos e estratégias de enfrentamento disfuncionais. O distress psicológico estava na base das crises recorrentes de cefaleia. Na comparação dentro dos grupos IBM e acupuntura, IBM promoveu diminuição no nível da incapacidade da cefaleia indicado pelos autorrelatos, mas não por Midas; aumento da autocompaixão (p<0,05); aumento de do nível de mindfulness (p<0,05), enquanto que acupuntura promoveu diminuição apenas em Midas (p<0,05). Houve diminuição da injustiça percebida em ambos os grupos, mas não estatisticamente significante (p>0,05). Na comparação entre grupos, IBM apresentou níveis maiores de autocompaixão e de mindfulness que no grupo acupuntura, com diferença estatisticamente significante (p<0,05). Houve correlações estatisticamente significantes entre Midas e injustiça percebida (p<0,001) e Midas e mindfulness (p<0,05). No modelo de regressão, apenas injustiça percebida influenciou Midas (p<0,001), corroborando os autorrelatos que destacaram esse sentimento negativo na gênese da cefaleia. Considerações finais e Conclusão e: Esse é o primeiro estudo em nível internacional a avaliar os efeitos de uma IBM em população de mulheres com cefaleia crônica e vulneráveis socialmente, comparados com os da acupuntura. As duas intervenções foram efetivas para a redução da incapacidade da cefaleia, sendo que atuando através de mecanismos distintos. Os resultados sugerem que IBM influenciou positivamente a dor através de processos mentais e emocionais (controle atencional, consciência corporal e regulação emocional), o que não ocorreu em relação ao grupo acupuntura. Os efeitos da IBM e da acupuntura na cefaleia crônica das participantes demonstraram preliminar potencial eficácia de práticas mente-corpo em populações vulneráveis socioeconomicamente.
Descrição
Citação
GIRÃO, Athila Campos. Efeitos da acupuntura e de mindfulness em usuárias com cefaleia primária crônica na atenção primária à saúde no município de Fortaleza-CE: estudo de viabilidade e eficácia preliminar. 2017. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), 2017.