O papel da formação profissional de Psicólogos, Fisioterapeutas e Psiquiatras na conformação do NASF no município de São Paulo

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2016-04-26
Autores
Araujo, Thais Regina Gomes de [UNIFESP]
Orientadores
Mello, Guilherme Arantes [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
This paper investigates the role of professional qualification of psychologists, physiotherapists and psychiatrists in shaping the NASF team in the city of São Paulo. The Support Team for Family Health (NASF) is a response to the need for support from Family Health Strategy (ESF) teams on dealing with complex problems faced in community based health care. This service aims to expand primary health care teams’ performance, improving comprehensiveness based practices. Professional qualification is one important approach of health policies for the Unique Health System (SUS), in order to guide the programs towards setting the principles for community based health care. The process of professional qualification implicate both college education and inservice training, also considering the work places as learning fields, according to the concepts of the Permanent Health Education Policy (EPS). The EPS aims to reinforce welfare models and favors the framing of the new strategies, programs and policies of SUS by focusing on professional competences and the institucional culture setting. As a relatively new policy in the SUS, the evaluation of NASF teams are relevant, an in this paper it is considered trought the professional qualification view. The method chosen for this research is the case study, with qualitative interviews as data collect technique, with the city of São Paulo as research setting. The data points to an insufficient provision of theory base and disciplines related to public helath, SUS, NASF and ESF on college education, as well as the few internships opportunities on this field. In service training programs appears to be relevant for the NASF, but also considered insufficient for setting the program. The study highlights the great variability of understanding about the NASF role in the health care system, pointing out the limits and potentials of this team. The study still shows the need to consider professional qualification programs as a step for enplace new health policies, including reviews on college degrees curriculum and the development of relevant inservice training programs, based on the concepts of Permanente Education Health Policy.
Este trabalho investiga o papel da formação profissional de psicólogos, fisioterapeutas e psiquiatras na conformação do NASF, tendo como campo de pesquisa o município de São Paulo. Para lidar com problemas complexos enfrentados pela Estratégia de Saúde da Família (ESF), o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) surge como proposta de apoio às equipes da ESF, com o objetivo de ampliar a abrangência e o escopo de atuação da atenção básica, favorecendo práticas de integralidade. A formação profissional é uma das abordagens das políticas de saúde, sendo que compete ao SUS reorientar a formação das profissões da saúde para a consolidação dos princípios e políticas do sistema, e orientação para as necessidades de saúde da população. Além da formação acadêmica, a qualificação do profissional deve considerar a própria prática em serviço como campo de aprendizagem e formação, na perspectiva da Educação Permanente em Saúde (EPS). Definida como uma estratégia articulada à projetos institucionais de mudança e consolidação dos modelos assistênciais, a EPS deve favorecer a conformação das novas estratégias, programas e políticas do SUS. Por se tratar de uma equipe nova no SUS, cabe identificar como os profissionais do NASF estão sendo preparados para atuar e consolidar esta estratégia no sistema. Diante desse quadro, a metodologia escolhida para este trabalho foi o estudo de caso, tendo como técnica de coleta dos dados entrevistas qualitativas com profissionais das equipes NASF, e como cenário de pesquisa o município de São Paulo. Os dados apontaram que a formação acadêmica ainda tem fragilidades na oferta de conteúdos, disciplinas e vivências na graduação sobre o SUS, NASF e ESF. A formação também é entendida sob o eixo das práticas em serviço, e a educação permanente aprece como relevante para configuração da proposta, mas como objeto ainda em construção. Evidencia-se também o NASF como um projeto em construção, sendo que há uma variabilidade de compreensão acerca do seu papel no sistema de saúde, apontando os limites e potencialidades dessa prática. O estudo conclui que, para a consolidação do NASF, o papel da formação profissional é relevante na implementação de uma política pública e precisa ser repensado nos níveis de graduação, bem como incluir estratégias de formação em todos os passos do processo, considerando a Educação Permanente em Saúde como estratégia.
Descrição
Citação
ARAUJO, Thais Regina Gomes de. O papel da formação profissional de Psicólogos, Fisioterapeutas e Psiquiatras na conformação do NASF no município de São Paulo. 2016. 90 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), 2016.