Ultrasonography for measuring rectus abdominis muscles diastasis

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2007-06-01
Autores
Mendes, Denise de Almeida [UNIFESP]
Nahas, Fabio Xerfan [UNIFESP]
Veiga, Daniela Francescato
Mendes, Fernando Vilela
Figueiras, Ricardo Góes
Gomes, Heitor Carvalho [UNIFESP]
Ely, Pedro Bins
Novo, Neil Ferreira [UNIFESP]
Ferreira, Lydia Masako [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
PURPOSE: Preoperative imaging evaluation may be useful for determining the position of recti abdominis muscles before their correction. The purpose of this study is to evaluate the accuracy of ultrasonography to measure the width of rectus abdominis muscle diastasis. METHODS: Rectus diastasis was measured by ultrasonography preoperatively in 20 females. Rectus diastasis was measured in seven levels along the anterior rectus sheath by ultrasound after sustained deep inspiration and after expiration. Rectus diastasis, at the same levels, was also measured after its exposition during abdominoplasty by two independent observers, using a surgical compass. These values were compared using Wilcoxon's statistical text, for non independent values. RESULTS: There was no significant difference between the values obtained by ultrasound and those measured during surgery in the supra-umbilical levels and at the level of the umbilicus. However, below the umbilicus these values differed significantly, showing smaller values in the imaging evaluation. CONCLUSION: Ultrasonography is an accurate method to measure rectus diastasis above the umbilicus and at the umbilical level.
OBJETIVO: Estudos radiológicos pré-operatórios podem ser úteis para determinar a posição dos músculos retos do abdome antes de sua correção. O objetivo deste estudo é avaliar a acurácia da ultra-sonografia para medir a largura da diástase dos músculos retos do abdome. MÉTODOS: A diástase dos músculos retos foi medida pela ultra-sonografia, no pré-operatório em 20 mulheres. A diástase dos retos foi medida em sete níveis da bainha anterior dos retos foram examinados com ultra-som após inspiração profunda sustentada e após expiração. A diástase dos retos, nos mesmos níveis, foi também medida após sua exposição durante a abdominoplastia, por dois observadores independentes, usando compasso cirúrgico. As medidas foram comparadas usando o teste estatístico de Wilcoxon para dados não independentes. RESULTADOS: Não houve diferença significante entre as medidas ultra-sonográficas e intra-operatórias nos níveis supra-umbilicais e na cicatriz umbilical. Todavia, inferiormente à cicatriz umbilical, essas medidas diferiram significantemente sendo as ultra-sonográficas menores nestes pontos. CONCLUSÃO: A ultra-sonografia é um método acurado para medir a diástase de retos na região supra- umbilical e no nível do umbigo.
Descrição
Citação
Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 22, n. 3, p. 182-186, 2007.
Coleções